ALERTA: Uma a cada 12 pessoas no mundo pode ter hepatite B ou C, sem saber. Não há sintomas e o vírus não é detectado em exames de rotina. Tem certeza que você não tem? Faça o exame, é gratuito.

domingo, 18 de abril de 2010

Dia Mundial da Hepatite 2010 - maio ou julho?


Em 19 de maio de 2010, ocorrerá nova edição do World Hepatitis Day, data em que organizações não governamentais de diversos países promovem dia de alerta para um grave problema de saúde pública: as hepatites virais, que atingem 3% da população mundial. Clique aqui e veja o vídeo da World Hepatitis Alliance apresentando a campanha.


No contexto de descrença nas instituições políticas - vide o que está ocorrendo no Distrito Federal, onde moro - acredito que a sociedade civil organizada pode promover verdadeiras transformações. O enorme problema é: não sabemos nos organizar.


Mas podemos seguir exemplos como o do Dia Mundial da Hepatite: 200 organizações civis, 40 línguas, mobilizadas por uma causa comum. O resultado? O Dia Mundial de Luta contra as Hepatites Virais é pauta da 63ª Assembleia Mundial da Saúde, que ocorrerá em Genebra de 17 a 21 de maio, tendo sido proposto pelo Brasil, em conjunto com Indonésia e Colômbia.

Segundo email recebido do Ministério da Saúde, a data de 19 de maio já foi descartada pelos países signatários da ONU. Segundo Carlos Varaldo, do Grupo Otimismo, a China teria sido contrária por já ser esse o Dia do Deficiente naquele país. Em evento no início de abril, a Dra. Mariângela Batista Galvão Simão - Diretora do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, teria dito que possivelmente a data escolhida será o dia 28 de julho.


Ótimo, então quer dizer que em 2010 podemos ter dois dias mundiais da hepatite? :)


Trago agora as palavras de Carlos Varaldo, em email enviado hoje aos associados do Grupo Otimismo (eu, inclusive): "Campanhas de hepatites devem ser realizadas o ano todo e não somente numa data".


Concordo. Mas gosto da idéia de um dia de mobilização, para dar mais visibilidade às ações, inclusive pela imprensa.



Independente de ser oficializada em Genebra nova data para o Dia Mundial da Hepatite, manterei o lançamento do filme "Hepatite C, sem medo" e a campanha de divulgação em maio, entendendo como legítimo o movimento das organizações civis (vejam abaixo algumas fotos das campanhas dos anos anteriores).

Se tivermos uma nova data de mobilização em julho... ótimo! Podemos criar mais uma ação da campanha que, concordando com Varaldo, deve ser permanente.






















Olha que legal! Quem disse que é preciso muito
dinheiro para fazer uma campanha? AMEI!

ATUALIZAÇÃO EM 26/05/2010
Muito interessante o histórico do Dia Mundial da Hepatite enviado pelo Grupo Otimismo a seus associados por email, que transcrevo abaixo:

SOBRE O DIA 19 DE MAIO

O dia 19 de maio foi criado no Brasil, no ano 2001, quando o Grupo Otimismo o realiza na praia de Copacabana no Rio de Janeiro e mais quatro grupos de outras cidades participam realizando atividades nas suas cidades. Com o tempo passou a ser um dia mundial, aceito e comemorado em todo o mundo (em 2010 por quase oitenta países). Durante os primeiros anos somente se abordava a hepatite C.

Quando formamos a WHA – World Hepatitis Alliance, a idéia era manter o dia 19 de maio como dia da hepatite C e o dia 2 de outubro (criado pelos grupos da Europa em 2006) como o dia da hepatite B, mas a Organização Mundial da Saúde não aceitou duas datas.  Por votação, foi proposto então o 19 de maio como data única, mas a China não aceitou a data e foi proposto o dia 28 de julho, data finalmente aprovada pela OMS [em 21/05/2010].

A OMS, atendendo aos movimentos que acontecem historicamente em datas já consolidadas, como o dia 19 de maio e 2 outubro, decidiu que os estados membros poderão estabelecer outras datas como o Dia Mundial da Hepatite. Foi um reconhecimento explícito da importância histórica das datas criadas pelos movimentos sociais.

Assim, muitas ONGs estão retomando as campanhas pela hepatite C no mês de maio e em novembro realizarão a campanha da hepatite B. Não por isso estaremos deixando de participar de atividades que possam vir a ser realizadas em 28 de julho ou em qualquer outra data, pois ao final, querer realizar eventos de divulgação e alerta num único dia será continuar a esconder o problema abaixo do tapete.  Durante todos os 365 dias do ano deve se alertar sobre a maior epidemia do planeta.

A história não pode ser apagada ou reescrita conforme interesses de quem quer que seja. Não reconhecer o mérito de o Brasil ter criado o dia 19 de maio é um desserviço ao povo brasileiro, um verdadeiro desrespeito.

Texto de Carlos Varaldo, presidente do Grupo Otimismo.


sexta-feira, 2 de abril de 2010

Aniversário Animando-C, Páscoa e fé na luta contra a hepatite C

©Melissa Patton/123RF
Por uma feliz coincidência, o Animando-C completou um ano nesta semana de Páscoa. Os cristãos celebram nessa data a ressurreição de Cristo e, com ela, o renascimento da esperança, a renovação da fé.

Para comemorar o aniversário do blog, em meio à Páscoa, compartilho com vocês uma linda música que me dá coragem e forças para seguir adiante. Não consigo ouvi-la sem que meus olhos se encham de lágrimas (como "Hero", que já compartilhei com vocês em outro post).

Se você descobriu a hepatite C agora, se está aguardando o tratamento, começando, no meio ou terminando, se não vai fazer tratamento, se já fez e não respondeu (como eu), se acompanha uma pessoa querida na luta contra a hepatite... não importa qual a sua crença. O que importa é a mensagem de fé e esperança. Desconsidere as partes que não estejam de acordo com o que você acredita. Se quiser, substitua a palavra Deus pelo que você achar melhor: energia positiva, força maior etc.

Segura na Mão de Deus
Nelson Monteiro da Mota
Veja a letra.



Eu sou espírita, mas me relaciono muito bem - e inclusive converso sobre religião - com evangélicos (de várias igrejas), católicos, espiritualistas, batuqueiros, hare krishnas, ateus.
Não existe quem está certo e quem está errado. Existem crenças diferentes. No momento que a gente entende que a verdade do outro é tão verdade quanto a nossa, passamos a ser mais humildes e compreensivos. Não julgo as pessoas pelo que elas acreditam; importa-me como elas são.

Quando a gente abre o coração, consegue enxergar quão cristão um ateu pode ser em seus atos do dia-a-dia. E, infelizmente, também vê o quão cruel e preconceituoso pode ser alguém que se diz religioso.

Aproveitando a data, compartilho também "Um certo Galileu", do Padre Zezinho, cuja melodia é uma graça. Veja a letra.



Não poderia terminar sem agradecer a todos os leitores que acompanharam o Animando-C nesse seu primeiro ano de vida - assiduamente, de vez em quando, alguma vez. Sem vocês, não faria sentido algum eu escrever. Obrigada e parabéns!