Uma em cada 12 pessoas no mundo pode ter hepatite B ou C, sem saber. Não há sintomas e o vírus não é detectado em exames de rotina. Tem certeza que você não tem? Faça o exame, é gratuito.

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Sumida

Quando vocês começam a reclamar que não estou atualizando o blog, por um lado fico feliz: sinal que meus leitores são fiéis e sentem minha falta. Só tenho a agradecer por isso.

A verdade é que em agosto fiquei devendo mesmo. Mas não foi falta de vontade, de conteúdo ou de consideração por vocês. Estou vivendo uma fase pessoal de mudanças, que estão me exigindo muita dedicação e causando alguns "sobe-desces" emocionais. No trabalho também estou num momento crucial do projeto que conduzo.

Pra vocês terem uma noção do stress, esses dias no café-da-manhã me peguei colocando azeite no suco. Pode? O sistema imunológico está baixo, os cabelos caindo e a memória falhando. Tudo sintoma do stress e cansaço.

Embora o cansaço seja um dos sintomas relatados de hepatite C, no meu caso acho que não é isso não. Eu estou fazendo muita coisa meeeesmo. Querem um exemplo? Tudo isso que contei pra vocês e ainda estou fazendo, nas "madrugadas livres", os enfeites da festa de aniversário da minha filha.

Mas não pensem que porque não estou escrevendo novas postagens, não estou atualizando o blog. Confiram por exemplo a página Conheça a Hepatite C (acessada do menu superior), que foi totalmente reescrita nesse mês de agosto, com base nas últimas pesquisas e polêmicas. E continuo trabalhando no projeto de divulgação do filme Hepatite C, Sem Medo. Aguardem que [muito] em breve teremos novidades por aí.

A novidade tem a ver com essa foto, que eu mesma tirei em junho
deste ano em minha viagem à Nova York!

3 comentários:

  1. Lutar sempre, desistir nunca9 de setembro de 2010 17:17

    Vai com calma e persistência e tudo se resolve. Hoje escutei uma história na TV (Ana Maria Braga) que achei legal: o girassol passa o dia "focalizando" o sol, sua fonte de vida. Façamos o mesmo, focando nosso olhar para as coisas boas da vida, sem dar muito valor/importância demasiada as coisas negativas que vão ocorrendo junto. É uma questão de focar o que é importante para nós.
    Fui um dos que notaram a sua ausência.

    ResponderExcluir
  2. Que bom ve-la animadinha novamente.
    Quando temos muito oq fazer devemos primeiro escolher em q concentrar mais energia - priorizar. E fazer tudo a seu tempo, pois temos o tempo todo do mundo...e o mundo inteiro em nosso quintal...e o mais importante e ser feliz
    bjim
    (ainda nao achei os acentos neste net)

    ResponderExcluir
  3. Olá! Conheci o teu blog através do Ferramentas Blog e dei uma passadinha. Acho a tua luta e a informação que disponibilizas louvável.
    Desejo-te toda a sorte do mundo e que o teu futuro esteja iluminado por um sol radiante.
    Tenho um primo que, com uma transfusão de sangue, acabou com o mesmo problema que tu. Vou sugerir-lhe que dê um passadinha pelo teu site.
    Beijinhos

    ResponderExcluir

Oi! Que legal que vc vai escrever alguma coisa! Assim, vc ajuda a "dar alma" ao blog.
Gostou? Não gostou? Quer dar sua opinião? Acrescentar mais alguma coisa? Compartilhar sua experiência? Será muito bem-vindo!
Um abraço!


PS: Fique atento que os comentários são indexados pelo Google. Portanto, se você quiser permanecer anônimo, não comente usando sua conta do Google, mas sim como "anônimo" ou com um nome fictício, ok?