Uma em cada 12 pessoas no mundo pode ter hepatite B ou C, sem saber. Não há sintomas e o vírus não é detectado em exames de rotina. Tem certeza que você não tem? Faça o exame, é gratuito.

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Hepatite C: qual é o meu futuro?

E falando sobre incertezas quanto ao meu futuro e à evolução da doença, compartilho com vocês um artigo publicado no site do Grupo Otimismo. Clique em Diagnóstico: Hepatite C! Qual o meu futuro?

O que existem são estatísticas. Não há caminhos definidos, nem tampouco certezas sobre o ponto de chegada. O caminho se faz ao caminhar - o que me lembra um poema citado hoje por um colega...


Caminhante, são teus rastros o caminho, e nada mais;
caminhante, não há caminho, faz-se caminho ao andar.
Ao andar faz-se o caminho,
e ao olhar-se para trás vê-se a senda que jamais se há-de voltar a pisar.
Caminhante, não há caminho, somente sulcos no mar.

In; Machado, Antonio. Poesías completas. 14ª ed. Madri - Espasa-? Calpe 1973. p. 158 "Proverbios y cantares".

3 comentários:

  1. viver sempre, desistir nunca14 de maio de 2009 09:27

    Para mim, a vontade de viver e o otimismo desacelera a progressão da doença, retardando os seus efeitos. Como seu fígado está normal, isso é bom sinal.
    No mais, vamos caminhando...

    ResponderExcluir
  2. É Flor, como vai? Confesso que passei por acaso aqui no seu cantinho, mas me sinto acarinhada por ele neste momento de sofrimento!Perdi meu marido, amigo e pai de tres filhos meus, há exatamente 6 meses (11/12/2008) pelas consequencias não da Hepatite C que contraiu por uso de drogas, mas pela falta de cuidado com si mesmo que ele proprio escolheu, acho que não se gostava, e me deixou aqui, eu que o amava tanto, nesta tristeza e depressão sem fim! Estou me arrastando, sem qualquer vontade de viver sem ele, unico amor da minha vida por 23 anos, apesar do montão de besteiras e trapalhadas que se meteu e arruinou tudo! Tô sofrendo, mas ver que tem alguem que estimula os outros a se cuidar, se amar, mesmo com uma doença é animador! Preciso de um trabalho voluntário para me ajudar a reagir, seja com alcoolicos e/ou dependentes quimicos ou com pessoas em tratamento de Hepatite C, quem sabe eu ajudo alguem também?? Desculpe o desabafo, hoje eu precisava muito falar da minha dor com alguem, e encontrei vc! Meu blog tambem anda meio largado face ao meu estado de espirito, mas se puder passe lá www.amornatural.blogspot.com / twitter:@ginapereira / MSN: pereira.virginia@hotmail.com / e-mail: virlu@oi.com.br
    e abri um blog só para falar com meu amor no virlu.meshfriends.com
    Foi um prazer ver tanto capricho e amor no seu blog! Obrigada pela ajuda mesmo sem saber!

    ResponderExcluir
  3. Virgínia, obrigada pela visita e por seu comentário tão cheio de sentimento.
    Sinto muito pela sua dor, que se por um lado é similar a de tantos, por outro, ela é ÚNICA.
    E por isso mesmo só você poderá encontrar a melhor forma de conviver com ela (porque esse tipo de dor, na minha opinião, nunca passa, apenas ameniza).
    Mas acho que você está no caminho certo. Também perdi alguém que amava, num acidente de avião. E ele sempre dizia que "é fácil ajudar quem se ajuda". Complementando esse pensamento, eu acho que a gente se ajuda muito quando a gente ajuda os outros. Por isso concordo que o trabalho voluntário possa ser bem legal.
    Que Deus conforte seu coração.
    E, sempre que quiser, dê uma passadinha por aqui, mesmo que seja só pra desabafar.
    Um abraço!

    ResponderExcluir

Oi! Que legal que vc vai escrever alguma coisa! Assim, vc ajuda a "dar alma" ao blog.
Gostou? Não gostou? Quer dar sua opinião? Acrescentar mais alguma coisa? Compartilhar sua experiência? Será muito bem-vindo!
Um abraço!


PS: Fique atento que os comentários são indexados pelo Google. Portanto, se você quiser permanecer anônimo, não comente usando sua conta do Google, mas sim como "anônimo" ou com um nome fictício, ok?