ALERTA: Uma a cada 12 pessoas no mundo pode ter hepatite B ou C, sem saber. Não há sintomas e o vírus não é detectado em exames de rotina. Tem certeza que você não tem? Faça o exame, é gratuito.

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Colestase intra-hepática na gravidez: prurido gestacional (coceira)


Comentei outras vezes que minha gravidez foi bem complicada. Segundo o obstetra e o infectologista, meu principal problema, embora envolvesse o fígado, nada teve a ver com a hepatite C: colestase intra-hepática - doença própria da gravidez, que atinge 0,01% das grávidas no mundo. Há indícios de que a causa seja genética e também de haver relação com os hormônios da gravidez.

Qual o principal sintoma?
Uma coceira INSUPORTÁVEL pelo corpo todo!

Começou lá pelo 5º mês de gestação, em junho de 2007.
Como de costume, pesquisei muito na internet e, no início, me pareceu normal. É muito relatado prurido (coceira) durante a gravidez devido à distensão da pele.

Só que com o tempo foi deixando de parecer "normal". A coceira era demais, principalmente da canela para baixo. Eu me coçava sem parar, o que começou a ocasionar feridas.
À noite piorava muito, eu simplesmente não conseguia dormir!
Meu marido passou a dormir num colchão ao lado da cama, porque eu me mexia tanto (ao me coçar) que ele também não conseguia dormir.



É até engraçado, mas vejam essas fotos do aniversário da minha sobrinha, em julho de 2007.
Sim, é uma escova de banho - minha companheira inseparável na festa. Coça, machuca, mas não alivia, porque sabe como é: quanto mais se coça, mais coça. Mas é impossível não coçar!


Minha obstetra dizia nunca ter visto aquilo.
Consultei um alergologista (alergista) que disse que era normal na gravidez e que não havia muito o que fazer. Receitou um anti-alérgico, que meu infectologista não me deixou tomar.
Procurei um acupunturista, buscando um tratamento alternativo. Enfrentei meu pavor de agulha, mas também não funcionou.

A obstetra chegou a me internar no hospital, pelos roxos nas minhas pernas. Tememos leucemia (grávida já é toda neurótica, né?), mas os roxos eram mais um ferimento que eu mesma me causava ao coçar.

Meio contra a minha vontade, fiquei de licença-saúde a partir do 7º mês, por "prurido incapacitante" (e era incapacitante mesmo!). Eu não ficava um segundo sequer sem me coçar, não importando o lugar que estivesse.

Enlouquecedor!

Claro que não faltavam conselhos e sugestões: o desespero era tanto que eu fazia tudo o que estivesse ao meu alcance: pasta d'água no corpo inteiro, banhos com permanganato de potássio, maisena no corpo e nem me lembro mais o quê. Nada funcionava.

E a angústia? Porque meu sexto sentido (ou o instinto materno) me dizia que era algo grave. É claro que havia ainda o fantasma da hepatite C, embora o infectologista dissesse que não havia relação.

Eu li sobre essa colestase intra-hepática na internet. Mas tudo era muito superficial. E havia a parte assustadora: risco de morte para o bebê.

Comecei a ficar muito insegura em relação à minha obstetra (e com razão, né?) . Recebi de amigas várias indicações de médicos, mas todos com a agenda lotada e não aceitando encaixe. E, convenhamos, quem ia querer uma gestante de 6/7 meses, com hepatite C, relatando problemas?

Quem? Ele, o anjo, Dr. Jorge Issao Sasaki, muito conhecido em Brasília.
Demorou umas três semanas, mas consegui o encaixe.
Quando sentei na frente dele e relatei o que sentia, ele me olhou muito tranquilo e disse com sua objetividade oriental: "Isso é fígado, é normal da gravidez. Procure um hepatologista. Provavelmente ele vai te passar o remédio tal".


Dr. Jorge Sasaki, médico obstetra

E foi o que eu fiz. Na porta da frente do Dr. Sasaki ficava um consultório de gastro/hepatologia onde eu já havia consultado uma vez, por causa da hepatite. Alguns passos e meu problema estava diagnosticado: colestase intra-hepática mesmo.


Quando há colestase, a bile não vai para o intestino como deveria, concentrando-se no sangue e, assim, elevando a quantidade de ácidos e sais biliares no plasma. Se bem entendi a explicação da médica, a gente fica meio intoxicado com o sal.

O principal sintoma é a coceira - que pode ser nas palmas e plantas dos pés ou generalizada, e se agrava à noite.

Após alguns meses, fiquei com a urina escura e as fezes brancas (xixi coca-cola e cocô fantasma). Os exames laboratoriais mostraram a GGT (Gama Glutamil Transferase) nas alturas - 494 U/L (segundo a dermatologista, "exame de pinguço". Valor de referência para mulheres: 1 a 24 U/L). Dois meses após o parto, já havia baixado bastante - 69 U/L (as taxas dos meus exames do perfil hepático geralmente são alteradas mesmo, por causa da hepatite).

A gastro, Dra Luciana Teixeira de Campos Cella - médica fantástica, me receitou o Questran (colestiramina), que resolveu o problema da coceira. O remédio é caro: na época (2007), a caixinha custava R$ 50,00 e durava 3 dias. Atenção: não use remédio algum sem indicação do seu médico! Principalmente na gravidez!!! Se tiver hepatite C então... lembre que a maioria dos remédios é metabolizada pelo fígado.

O Questran tinha como efeito colateral o ressecamento das fezes. Isso pode parecer banal, mas garanto que não é: meu cocô virou um tijolo e sofri demais por causa disso. O bebê nasceu de cesárea, mas antes disso tive a experiência bem dolorosa de um "parto normal" com um desses tijolos, que não vou descrever aqui por ser muito constrangedor. Por esse incoveniente, a médica me receitou também o Plantabem.

Outro efeito do Questran é o prejuizo na absorção de gorduras, o que pode causar carência de vitamina K (lipossolúvel) e, consequentemente, risco de hemorragia. Por isso precisei tomar três injeções de vitamina K - uma imediatamente após o parto e as outras nos dias subsequentes, ainda no hospital.

Com medo de uma hemorragia no caso de um acidente ou sei lá o quê, estava sempre comigo o relatório da Dra. Luciana e a requisição da vitamina K, junto ao cartão do pré-natal.

Como há risco de morte para o bebê, recomenda-se o parto assim que possível (38ª semana quando há purido; 36ª semana se houver icterícia - pele amarelada, que ocorre em 20% dos casos).

Minha filha nasceu com 38 semanas e correu tudo MUITO bem!
Hoje ela tem dois aninhos de muita gostosura.
As dificuldades da gravidez ficaram apenas na lembrança.
E sim, valeu a pena!

Teoricamente, não há prejuízo para o fígado após a colestase. Mas quem pode me garantir isso? Não posso arriscar. Numa nova gravidez, a chance de fazer colestase novamente é de 80%.
Preciso preservar meu fígado ao máximo e, por isso, um irmãozinho para minha princesa está fora dos planos. Meu infectologista também não recomenda, "enquanto não estiver curada da hepatite C" - não por causa da hepatite, mas dos problemas associados que tive.
E, sinceramente, ainda não estaria preparada para passar por tudo aquilo novamente... ainda não...
Contatos:

Dr. Jorge Sasaki
(61) 3345-3409
Centro Clínico Sul, torre 2, sala 101
Setor Hospitalar Sul - Brasília /DF
O consultório é lotadíssimo, a gente fica horas esperando, mas a confiança não tem preço.

A Dra. Luciana trocou de especialidade, agora é oftalmologista, mas ainda atende como gastro no Hospital de Base do DF.


Fontes:
The Internet Journal of Anesthesiology
Babycenter Brasil: Colestase obstétrica
Patologia médica associada à gravidez
Huggies: Colestase Obstétrica

135 comentários:

  1. Estou passando pelo mesmo problema que vc,estou de 6 meses minha medica disse que é colestase, mas pediu outros exames especificos.Essa é minha 2° gravidez na primeira eu tive tudo isso,mas não foi diagnosticado,então sofri a gravidez toda.No fim minha filha faleceu por outra doença.espero que comigo de tudo certo como deu com vc!

    ResponderExcluir
  2. Amiga anônima,

    Sinto muito por você ter perdido sua primeira menina.
    Te desejo força para aguentar essa colestase, lembrando que assim que seu lindo bebê nascer tudo vai passar.
    Que você tenha um bom final de gravidez e um bom parto. Saúde e alegria para vocês!

    Pois é, parece que essa tal de colestase é mais comum do que parece. Por que será então que muitos médicos ainda não conseguem fazer o diagnóstico?

    Na comunidade da hepatite C no orkut, outras pessoas relataram o problema.

    Vejam o depoimento que a Rosana deixou no meu perfil:
    "Oi Flor quando eu li sobre o seu caso de colestase nossa cheguei a me emocionar pois sofri desse mesmo problema na minha gravidez e foi quando descobri o virus c,eu fiquei num estado que dava dó por causa das coceiras, na gravidez toda engordei 5 kg e ela nasceu de cesárea com 34 semanas na urgência pois já estava em sofrimento e eu estava amarela demais e na minha época ninguém sabia sobre isso,até me levaram para faculdade do Rio para estudar o meu caso quando descobriram e me passaram o questran logo ela nasceu mais o rémedio é maravilhoso e assim que ela nasceu uma semana depois parou toda coceira.Eu sei que todas as gravidez que eu tiver irei passar por isso e me dá muito medo de ter outro filho pois vc sabe que é muito sofrido...lembro que as vezes passava a noite inteira debaixo do chuveiro gelada.Hoje minha filha está com 12 anos e desde que nasceu linda e saudavel.Nossa estou muito feliz de saber que não fui a única.Tenho todos os relatórios médicos daquela época. Beijos Rosana "

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Rosana meu nome é Viviane e estou surpresa em saber que outras pessoas já sofreram do mesmo modo que sofri na gravidez passei poucas e boas com essa coceira toda os médicos até me medicaram com rémedio contra sarna humilhante pois sabia que não se tratava de nenhuma sarna fiquei muito triste cheguei a passar com vários médicos e olhavam para o meu caso como se eu não tivesse higiene fiquei muito triste e com vergonha de sair a rua pois em todos os lugares me coçava li alguns casos de colestase e me confortou que depois de ter tido duas gestações iguais sinto esclarecida obrigado por vocês relatarem isso na internete as duvidas que eu tinha foram esclarecida como já tive duas gravidez da mesma forma quem tiver dúvida que vai ser igual ou não vou contar a experiência que eu tive sim vai ser igualzinha é melhor cuidar primeiro para não sofrer duas vezes como sofri.

      Excluir
    2. bom dia eu tbm tive essas coceiras nas minhas duas gestações era um sofrimento sem tamanho .. houve momentos que eu pensei que eu ia enloquecer ... na minha primeira gestação a enfremeira que companhava o meu pré-natal falava pelas minhas costas que eu estava com frescura e que eu estava tentando chamar a atenção do meu marido. um determinado dia ela já cansada das minhas queixas falou na minha cara de forma grossa que eu sabia que gravidez era daquele jeito e que eu teria que aguenta até o fim.. sai de lá chorando muito .. estava cansada de tanto sofrimento. Eu passava nites e dias sem conseguir dormi, já na minha segunda gravidez simplismente ignoraram a minha situação e falavam que era normal ... eu já me encontrava esgotada fisicamente e emocionamente e ainda por cima muito, muito preocupada com meu bebê .. que já no final já ñ se mexia como de costume e pior quando a coceira me atacava eu sentia como se meu bebê se revira-se dentro de mim .. era como se ele estive-se sentindo o mesmo que eu estava sentindo. mesmo eu mostrando documentos que comprovavam que eu tinha hepatite c nada fizeram .. perdi meus dois bebês .. a minha primeira menina eu a perdi quando faltava 12 dias para o dia marcado para o parto e com 3,210 kg agora di 02/04/2014 ela faria dois aninhos ( Sofia vitória ).. o meu menino perdi quando fatava uns três dias para a data do parto e com 3,250 kg hj 19/02/2014 ele esta fazendo três meses ( Nicolas augusto )... ainda ñ conseguir recuperar essa dor e nem sei se um dia vou conseguir me recuperar ... pq esses medicos ñ consegui perceber que isso ñ é nada inofenssivo a nosso bebê e a nós mães ... e que pode matar nossos bebês como nos matar tbm... pq eu fiquei tão mal na primeira gestação que eu fui parar na U.T.I pq fizeram o meu parto normal e me machucaram tanto que depois do parto a mina pressaõ subiu sendoqeu eu ñ tenho pressaõ alta e nunca tive a ñ ser naquele dia ... eles me levaram a umgrau tão grande de sopfrimento que a mina pressaõ subiu e desse meu ultimo filho assimqeu descobriu qeu ele se encontrava sem vida o tirou logo e foi menos sofrimento para o meu corpo .. para o meu coração ñ!!!!! tive parto normal dos dois .. hj ñ tenhocoragem de engravidar mais e me encontro infeliz e com o coração e os braços vazios e pior me sentindo tão culpada .. mesmo eu sabendo que a culpa ñ é minha .. infelizmente o corpo é meu ...

      Excluir
    3. Você deveria processar os médicos que atenderam você e a enfermeira também. Sei que nada disso vai fazer o tempo volta mas com toda certeza eles não iriam mas desprezar as queixas de uma mulher gravida

      Excluir
  3. Comecei a apresentar esse prurido ha uma semana (estou com 06 meses de gestação)...sem outras causas aparentes.Vou fazer dosagem de transaminases na proxima semana. Em 2003 tive outra gestação com óbito fetal no terceiro trimestre, depois descobri que tenho SAAF ( Sindrome do Anticorpo Antifosfolipídico)sindrome relacionada à coagulação e na época me recordo que o mais me chamou a atenção foi um prurido intenso de causa desconhecida... faço seguimento no
    HC-RP e lá me informaram que o prurido não tem nada a ver com a SAAF, mas poderia ser colestase gestacional... Vamos ver né!, mas suas informações foram muito úteis.
    Obrigado
    Grande bjo

    ResponderExcluir
  4. Olá! Em primeiro lugar, meus parabéns por divulgar essa síndrome-doença infernal e pela ótima maneira descrita! Também passei por isso, minha filha nasceu de 35 semanas em novembro de 2009.Sei muito bem quando vc diz sobre as outras várias coisas que passou que se for descrever vai muito longe. Que bom que melhora após a gravidez e que acaba algumas semanas após. Temos que divulgar e nos oferecer para estudos, porque passar por isso novamente seria terrível, é um sofrimento sobrenatural e ainda com um bebê na barriga, que é a prioridade número 1, acima da nossa saúde!
    Até mais!!!!! Tudo de melhor prá vcs!!

    ResponderExcluir
  5. OI.INFELIZMENTE ESTOU COM ESSA COCEIRA INFERNAL.NÃO DURMO A NOITE TODA E JÁ ESTOU FICANDO DESESPERADA. NÃO SEI SE TENHO ESSE PROBLEMA, MAS PEÇO A DEUS QUE NÃO, QUE REALMENTE COMO A MÉDICA ME DISSE SEJA ALGUMA ALERGIA A QUALQUER COISA.O PROBLEMA É QUE QUANDO ME QUEIXO A MÉDICA ELA DIZ QUE É PRÁ EU TER PACIÊNCIA POIS ISSO É NORMAL DE GRAVIDEZ...JÁ TOMEI BANHO DE PICÃO, PASSO ALCOOL QUANDO COÇA, MAS NADA CURA, SÓ ALIVIA. VOU CONTINUAR CRENDO EM DEUS QUE ISSO VAI PASSAR... BJS A TODAS...AH, ESSA É MINHA PRIMEIRA GRAVIDEZ...NO COMEÇO ESTAVA TUDO UMA MARAVILHA, MAS AGORA SÓ DEUS PRÁ ME DAR FORÇAS!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lú
      infelizmente não é uma alergia, antes de diagnosticar essa colestase a medica me disse q deveria ter sentado em augo e que dai tive uma reação alergica...
      mais tudo piorou depois do outro dia!
      fui a um obstetra e ele me confirmou q era colestase, antes de ir ao medico pesquisei na net no site do Baby center(maravilhosso site)q me relacionei ao sintomas da doença e o pior de tudo o medico me disse q so passava apos uma semana depois do parto!

      Excluir
    2. bom dia eu tbm tive essas coceiras nas minhas duas gestações era um sofrimento sem tamanho .. houve momentos que eu pensei que eu ia enloquecer ... na minha primeira gestação a enfremeira que companhava o meu pré-natal falava pelas minhas costas que eu estava com frescura e que eu estava tentando chamar a atenção do meu marido. um determinado dia ela já cansada das minhas queixas falou na minha cara de forma grossa que eu sabia que gravidez era daquele jeito e que eu teria que aguenta até o fim.. sai de lá chorando muito .. estava cansada de tanto sofrimento. Eu passava nites e dias sem conseguir dormi, já na minha segunda gravidez simplismente ignoraram a minha situação e falavam que era normal ... eu já me encontrava esgotada fisicamente e emocionamente e ainda por cima muito, muito preocupada com meu bebê .. que já no final já ñ se mexia como de costume e pior quando a coceira me atacava eu sentia como se meu bebê se revira-se dentro de mim .. era como se ele estive-se sentindo o mesmo que eu estava sentindo. mesmo eu mostrando documentos que comprovavam que eu tinha hepatite c nada fizeram .. perdi meus dois bebês .. a minha primeira menina eu a perdi quando faltava 12 dias para o dia marcado para o parto e com 3,210 kg agora di 02/04/2014 ela faria dois aninhos ( Sofia vitória ).. o meu menino perdi quando fatava uns três dias para a data do parto e com 3,250 kg hj 19/02/2014 ele esta fazendo três meses ( Nicolas augusto )... ainda ñ conseguir recuperar essa dor e nem sei se um dia vou conseguir me recuperar ... pq esses medicos ñ consegui perceber que isso ñ é nada inofenssivo a nosso bebê e a nós mães ... e que pode matar nossos bebês como nos matar tbm... pq eu fiquei tão mal na primeira gestação que eu fui parar na U.T.I pq fizeram o meu parto normal e me machucaram tanto que depois do parto a mina pressaõ subiu sendoqeu eu ñ tenho pressaõ alta e nunca tive a ñ ser naquele dia ... eles me levaram a umgrau tão grande de sopfrimento que a mina pressaõ subiu e desse meu ultimo filho assimqeu descobriu qeu ele se encontrava sem vida o tirou logo e foi menos sofrimento para o meu corpo .. para o meu coração ñ!!!!! tive parto normal dos dois .. hj ñ tenhocoragem de engravidar mais e me encontro infeliz e com o coração e os braços vazios e pior me sentindo tão culpada .. mesmo eu sabendo que a culpa ñ é minha .. infelizmente o corpo é meu ...

      Excluir
  6. oi! também estou com essa coceira insuportavél, ñ aguento mais, desta vez parece q esta mais forte q da primeira gravidez. tive essa coceira também quando tomava pilula anticoncep. sera q o meu problema também é colestase, porque também tenho virus C . falei com minha ginecologista e ela falou q ñ tem nada a ver., ja tomei o questran e ñ resolveu nada. ñ sei mais oque faço
    ; por favor me ajudem bjs...

    ResponderExcluir
  7. Estou gravida de 35 semanas e tenho coceiras a noite e de dia.Minha coceira se localisa nas pernas e braços .Até agora eu achava que fosse devido a minha anciedade,mas lendo sobre essa tal colestase gestacional fiquei preocupada.Já falei com meu medico sobre a coceira mas ele ñ deu muita atençaõ p/isso,acho que porque ele tambem acha que é devido a minha depressaõ anciosa.

    ResponderExcluir
  8. Oi!! Tive o mesmo problema durante a primeira gestação que foi horrivel devido as coceiras e na segunda, so fui descobrir depois que perdi meu bebe faltando 10 dias para nascer. Meu médico dizia que era da circulação e até fazia piadinhas que isso passava depois que eu ganhasse. Não conseguia dormir e minha pressão começou a ficar alta.Eu tive descolamento da placenta e hemorragia estou viva por sorte mais meu bebe não teve a mesma sorte.Hoje penso que muitos médicos não estão preparandos e que se nós saimos da cartilha deles a unica coisa que vc ouve é "Nunca vi isso"! Escutei bastante isso e por isso sofri. Olha! falam tanto de hospitais publicos mas o meu foi tudo particular e mesmo assim nem o hospital particular que fui não sabia o que eu tinha depois fui para outro publico onde ja estava com hemorragia interna não souberam diagnosticar isso e queriam que eu fizesse parto normal.Descobri o que tive atraves da internet, moro em Tubarao Sc e não consigo mais ter confiança nesses médicos e no Hospital
    .

    ResponderExcluir
  9. oi estou na mesma situação que vcs não sei mais o que faço de tanta conceira fiz os exames de hepatite e não deu nada. fui a uma demratologista que me disse que tenho foliculite me deu ixizine pra tomar e um apomada chamada diprogenta para passar usei o remédio uma semana e foi uma benção mais voltei a médica que me disse que deveria tomar de agora em diante só em ultimo caso, a situação é que ja estou com o corpo todo contaminado pelas coceiras e naum guento mais ainda estou entrando no sexot mes de gestação e ainda guento algumas piadinhas tem dias que minhas costas ficam na carne viva e por todo o corpo saem firidinhas que acabam sangrando ja nã sei mais o que faço li tanta coisa na internet que nem sei mais o que pode realmente ser isso só sei que naum suporto mais tenho vontade de chorar o tempo tdo de tanta raiva que dá...

    ResponderExcluir
  10. Ola adorei seu Blog , eu passei por essa mesma situação a quase cinco anos , descobri com cinco meses e minha filha nasceu com sete , mas nasceu super bem apesar de ter sido com sete meses... Infelizmente não temos médico , com competencia , ou até é falta de informação mesmo , acho que eles devem se informar mais já que está mais normal do que parece , eu não tenho a Hepatite C , mas tive Colestase , e minhas enzimas são alteradas até hj , meu hepatologista me fez até biopsia , mas não tenho nada mesmo ... Agora o curioso estou em busca de um médico que entenda mais sobre esse patologia porque estou louca para engravidar , e estou com muito medo de ter tudo de novo , mas as informações são muito vagas , moro em SP e ainda não encontrei nenhum médico capaz de me explicar e melhor as consequencias , os riscos , ou me explicar que se é normal , sei lá ... Help Me !!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. É impressionante como é um problema mais comum do que se imagina! Fico abismada com a falta de preparo dos médicos e me solidarizo com tantas mamães que passam pelo mesmo problema que passei.

    Lu, Val, Sandra, Kely e anônimas: a boa notícia é que passa depois que o bebê nasce. Sei que isso não é muito alentador, já que, com essa coceira insuportável, o fim da gravidez parece muito distante.

    Infelizmente, os comentários confirmam o que dizem as pesquisas, sobre o risco para os bebês.

    Por isso vou me meter a fazer uma coisa que evito ao máximo fazer aqui no blog: dar conselhos. Por favor considerem que é apenas a minha opinião e que não sou profissional da saúde, mas eu acho uma boa opção fazer cesárea assim que o bebê estiver formado.

    Me dói dizer isso, porque sou totalmente contra a forma como a cesariana é indiscriminadamente usada pelos médicos hoje. Eu queria ter minha filha de parto normal de qualquer jeito e levei quase um ano pra me conformar por ter precisado da cesárea.

    Mas hoje isso não faz diferença nenhuma! E só agradeço pela sabedoria do médico por ter feito na hora certa.

    Pensem a respeito, mesmo que os médicos digam não ter problema. Sobre esse assunto, pessoalmente, não confio neles nem um pouco.

    Val, sua médica está certa: a colestase não tem nada a ver com o vírus da hepatite C, pelo menos até agora as pesquisas não mostraram nenhuma relação direta.

    Karine, não sei te indicar nenhum médico em São Paulo que conheça o assunto. Alguma leitora pode ajudar? Boa sorte!

    ResponderExcluir
  12. Oi, estou na minha segunda gestacao e como na primeira apos a semana 25 comecei a ter uma coceira insuportavel. Durante a minha primeira gravidez so tomei o Atarax pq meu ginecologista desconhecia a colestase gestacional. Quem me alertou e me enviou alguns artigos sobre a doenca foi uma ginecologista sueca (esposa de um colega de trabalho).Na epoca (2007) ela me falou do Ursofalk (ácido ursodesoxicólico) porem como todos os medicos que consultei na cidade - moro em Bremen, norte da alemanha,(ginecologista, gastro e hepatologistas)nao tomei o remedio. Feliznente meu filho nasceu saudavel com 38 semanas de parto normal.
    Agora na segunda gestacao estou novamente com os mesmos sintomas, mas desta vez estou tomando Ursofalk a 1 mes: Estou com 31 semanas e desde anteontem nao consigo dormir pq as coceiras pioraram. Faco exames de sangue semanais e na semana passada estava tudo normal (transaminases e acido biliar). Agora to meio desesperada por saber que tenho que aguentar no minimo mas 5 a 6 semanas pra que meu filho nasca saudavel. Espero poder voltar a escrever semana que vem dizendo que a coceira melhorou e que tiv so um problema na dosagem do medicamento.
    Ah, alguem sabe se fazer uma dieta com reducao de gordura melhora?

    ResponderExcluir
  13. Também espero que você volte com boas notícias! Como eu contei no post, o remédio que funcionou pra mim em relação à coceira foi o Questran (colestiramina).
    Na época, estava tão atordoada que nem tive cabeça para pensar que a alimentação poderia ajudar. Mas pode ser, né?
    Será que temos alguma nutricionista de plantão que possa nos dar alguma orientação?

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Tb tive colestase durante a minha garvidez e sei que só quem passa sabe o quanto é sofrido. Antes de achar a equipe maravilhosa que me tratou estive com 15 obstetras diferentes e um até me encaminhou para tratamento mental..., pode?
    A minha salvação foi Deus e o hospital universitário daqui de Brasília (Dra Maria Thereza e Dra Renata) e acho que todas vcs que ainda não acharam a solução deveriam procurar o hospital universitário de suas cidades pois lá os profissionais tem interesse em pesquisar.
    Tomei muito Questran e tive uma cezarea com 37 semanas pois parece que o nenem corre risco tb.
    Que Deus ajude vcs a passarem por essa fase!

    ResponderExcluir
  15. Minha amiga Maíra, nutricionista, pesquisou sobre o assunto e deu algumas sugestões relacionadas à alimentação. Percebam que o ideal é uma orientação individualizada, mas acho que as dicas dela são super válidas!

    Quem tentar, compartilhe conosco os resultados, ok?

    Pesquisando um pouco sobre a colestase intrahepática da gravidez, observei que há poucas menções sobre como a alimentação pode ajudar a minimizar os desagradáveis sintomas da patologia, que, como você bem descreveu, são “incapacitantes”. Então, comecei a refletir um pouco sobre a doença. Considerando-se que a causa está fortemente associada ao aumento da secreção de estrogênio durante a gestação e uma disfunção hepática no metabolismo desse hormônio, acredito que a alimentação possa ter um papel coadjuvante na modulação da secreção de estrogênio e no auxílio da função desintoxicadora do fígado. Para isso, seguem algumas dicas, lembrando sempre que o ideal é uma avaliação individualizada das necessidades nutricionais de cada gestante e um acompanhamento em parceria com a equipe médica.

    - Reduzir o consumo de leite e derivados, que tendem a aumentar a produção dos estrogênios.
    - Evitar frituras, para não sobrecarregar a atividade hepática.
    - Evitar alimentos ricos em açúcar e farinhas refinadas, como pão branco, biscoitos, bolos e doces em geral. O excesso desses alimentos é transformado em gordura pelo fígado, mais uma vez sobrecarregando suas atividades.
    - Dar preferência ao consumo de peixes em vez de carne bovina e frango, para reduzir o consumo de gorduras saturadas de origem animal.
    - Aumentar o consumo de folhas verde-escuro, como agrião, rúcula, couve, brócolis, espinafre, e o consumo de brotos (de alfafa, de girassol, de lentilha, de feijão), que ajudam o fígado a exercer sua função depurativa.
    - Aumentar o consumo de ervas e temperos naturais, como hortelã, manjericão, orégano, salsa, cebolinha, coentro, entre outros, eliminando o uso de temperos prontos artificiais.
    - Em relação aos produtos à base de soja, dar preferência ao tofu (queijo de soja) e à pasta de missô (pasta de soja fermentada), evitando os demais derivados (leites, iogurtes, proteína texturizada), que também podem aumentar as concentrações de estrogênio.


    Obrigada, Maíra!

    ResponderExcluir
  16. É meninas, nao acho que a doença é mais comum que imaginamos, pois ocorre em 1 em cada 1.000 mulheres gravidas. O que é comum, é a Graça de Deus, de nos dar a oportunidade de nos encontrarmos. Seja para lamentar essa terrivel coceira, ou para desabafar mesmo.

    Graças a Deus como muitas relataram, minha historia tb foi de sucesso. Mas a gente quase, quase se entrega. Lembro que chorava muito, muito. Rezava muito pois precisava de muita força, pois a coceira suga a gente. E Graças a Deus a Ana Clara nasceu de 36 semanas, super saudavel, e depois quase entrei em depressao. (segundo Dr. Nomura (SP) coisa comum paras as mulheres que passam por esse problema), e para me deseperar mais ainda, tive herpes labial, amamentava num calor de quase 40grs com mascara e lavava minhas maos com alcool (minhas maos ficaram queimadas), meu leite secou, depois da cura da herpes tive hemorroida (coisa tb muito comum depois da gravidez, e olha que tive cesaria), entao eu passei um bucado, mas estou aqui firme e forte, pensando já em ter outro filho. Loucura? Que nada, FÉ em Deus.

    Vou tentar montar um blog, somente para nos "colestáticas" rsrsrsr para nos encontrar e tb ajudar as pessoas igual vc Ana. Parabens querida pelo blog.

    E quem está passando por isso. Fé em Deus, vai dar tudo certo, tenho certeza!

    ResponderExcluir
  17. oi estou com 38 semanas e a duas semanas venho me coçando muito nao sei oke fazer ja fui no medico e ele disse q e normal nao consigo durmir q pior parte e minhas maos e meus pes..
    nao tenho dinheiro pra paga um tratamento particular oke posso passa q vai pelo menos aliviar e nao vai prejudica o bebe.
    me ajude por favor nao aguento mas.

    ResponderExcluir
  18. Estou passando por isso! Estou sofrendo muito, a coceira se agrava a noite, estou com 25 semanas e estou internada no hospital,vou ter q ficar aqui até ela nascer... Jesus, Horas acho q não vou aguentar. O q eu fiz pra merecer? Passo o dia me perguntando.

    ResponderExcluir
  19. Oi!!Gostaria de confessar que foi com lagrimas que li todos os relatos, mas que felicidade, olha quem chega para me acalentar: o protagonista da historia, meu lindo filho, hoje com 15 anos, dizendo mamae ñ fica assim ,ñ vai acontecer de novo...Gente, passei pela mesma angustia e desespero que vcs... Na epoca passei por varios medicos, nenhum soube diagnosticar meu problema,mas depois de algum tempo, resolvir cursar enfermagem e pesquisei muito sobre os sintomas e descobrir a tal da colestase gestacional... Quatro anos se passaram e engravidei, fiquei com muito medo de sentir tudo novamente, mas graças a DEUS tive um pouquinho no finalzinho; vcs vao dizer que sou louca,tenho 38 anos e estou gravida novamente de tres meses, estou feliz, mas com muito medo... Espero ñ passar pelo que passei na primeira. Oriento as demais colegas, reduzir ao maximo consumo de alimentos ricos em gorduras...To confiante que vai dar tudo certo, pois entreguei ao PAI CELESTIAL, com ele tudo fica mais facil.

    Abraços ate outro dia.

    Luciana

    ResponderExcluir
  20. Olá, sou Marinalva, de São Luís/MA, hoje estou com 26 semanas de gravidez, uma menina, Sophia.
    Com 12 semanas, começou essa coceira insuportável, principalmente à noite, começando debaixo dos pés, e nas mãos, passei vários meses sem conseguir dormir... minha GO , passou uns remédios para coceira de pele, alergias etc. mas eu sabia que não era nada disso, não era uma coisa boba, era insuportável, ai eu lembrei que quando eu tive uma crise de “pedra na vesícula” ( vou escrever no popularzão) eu também tive esse mesmo sintoma e foi preciso tirar minha vesícula, pois eu tinha muitos cálculos, ai minha GO passou uns exames para saber como andava as enzimas do fígado e as bilirrubinas, deu tudo alterado, eu procurei imediatamente uma hepatologista que quando comecei a contar a historia ela disse que já sabia o que eu tinha, que era essa doença rara, desde então estou tomando o Questran , melhorei uns 90%, ás vezes eu ainda tenho um pouco da coceira, mas já consigo dormi .... mas agora tem mas um problema é que o ultimo coagulograma a protrombina deu muito alto, isso quer dizer que o risco de hemorragia é grande, ... na semana passada procurei uma hematologista ( sangue) mas ela desconhece totalmente essa doença, e minha GO também desconhece, o maior problema é esse , os médicos estão totalmente por fora dessa doença....
    Quem puder e quiser me adicionar para conversarmos e trocarmos mais informação meu MSN é: marivieira2006@hotmail.com

    ResponderExcluir
  21. Olá! Boa tarde!
    Tenho 48 anos e três filhas, uma de 27, 25 e 20 anos. Na gravidez das três tive coceiras generalizadas, principalmente a noite, tomei muito banho gelado , mesmo no inverno que é muito frio, pois moro no RS. Tive vontade de passar uma lixa no corpo. Nenhum médico naquela época sabia do que se tratava. A coceira começava no sétimo mês e só findava depois do parto. Minhas 2 primeiras flhas nasceram de parto normal, a terceira foi de cesária, mas só pq. queria fazer ligadura. Todas nasceram saudáveis. Escrevo para dizer que tudo vai passar, as coceiras, o choro, a sensação de estar só quando a madrugada chega e a coceira aumenta. Agora quem esta passando pela mesma situação é a minha filha do meio que esta no sétimo mês. Portanto acho que é genético. Como na época não sabia de nada não ficava receosa de complicações como o bebê. Espero que se descubra as causas e bons remédios. O mais é tomar muita água, se manter ocupada para não pensar na coceira e meditar, orar. Abraços!

    ResponderExcluir
  22. Olá,
    Eu também tive colestage Grávidica duas vezes.
    Na primeira vez não houve diagnostico e o meu bebé acabou por nascer morto(no Brasil)
    Na segunda grávidez eu lembrei dos sintomas que tive na primeira grávidez antes do bebé falecer..E uma das coisas era uma comichão insuportavel que o meu médico dizia ser normal da grávidez..
    Mas já no estrangeiro expliquei tudo a duas médicas uma numa clinica privada e outra na pública, senti necessidade de ter duas médicas a me acompanhar e elas concordaram..
    Nesta segunda Grávidez por volta das 36 semanas a comichão voltou e assim que entrei para o consultorio da minha médica lhe disse isso e ela disse que era da pele a esticar, não conformada fui a segunda médica que me fez a seguinte pergunta: Você lembra de acontecer isso na sua primeira grávidez? E eu respondi que sim.
    Ela me olhou e disse vou lhe internar e fazer exames pois acho que descobri o que matou seu bebé a primeira vez..Fez analises que foram encaminhadas para um dos melhores laboratorios da europa em Paris é foi confirmada a colestase Grávidica, esperei uma semana e por fim fizeram a cesariana e a minha filha nasceu.
    Segundo aquilo que ela me explicou para poder ter uma grávidez saudavél novamente e se um dia quisesse ter outro bebé deveria deixar de tomar o contraceptico(anticoncepcional) Pois o mesmo poderia provocar a colestase novamente.
    Estou neste momento na minha 3a grávidez...Mto feliz e com esperanças de que tudo corra bem...
    Faço analises de 2 em 2 meses para verificar o figado e possivéis indicios da doença e até a data de hoje tem dado tudo negativo.
    Penso que quem teve a doença não pode se deixar ficar e pensar que não pode ter outros filhos...se for bem acompanhada pode sim, claro que convém estar num hospital com analises clinicas para que seja possivél haver um melhor rastreio.
    Felicidades a todas!

    ResponderExcluir
  23. Guriiiiiiias vcs não sabem como é bom encontrar outras pessoas interessadas nos mesmos assuntos que eu....Estou com meu filhote nos braços a 15 diase só nós pra saber o que é querer contar com a ajuda de médicos e profissionais e só encontrar gente despreparada e o pior desinteressada. Maaaas como muito curiosa para os sinais de minha gravidez me cadastrei em dois sites de gestantes muito bons....e quando a maldita coceira apareceu fui logo pra internet ler a respeito e imaginem....um conteúdo muito vago....o que nos desespera mais ainda....fui ao meu pré natal já informada e passei para qm me atendeu...por sorte a criatura q era completamente desenformada ligou p uma amiga tbm médica q falou a ela a respeito da colestase.O Bernardo nasceu de 36 semanas e com muito amarelão.O detalhe passei 4 dias induzindo o parto com um monte de porcarias...e naaaada de causar uma dilataçãozinha sequer....finalmente tiveram a conciência de me fazer a cesárea....apesar de querer muito o parto normal. Me pergunto será q o amarelão do Bernardo tem a ver com a colestase?
    Sorte a todas!!!

    ResponderExcluir
  24. Estou impressionada com os relatos desse bolg.Perdi o meu primeiro bebê devido a colestase.Na época,ninguém sabia o que era isso(1982)Era uma menina e nunca me recuperei da perda,pois tive dois meninos,em 1983 e 1985 e depois não engravidei mais.Tenho histórico familiar de problemas de vesícula e depois dos partos passei a ter cálculos na vesícula.Sofri muito com as coceiras,tive pressão alta(consequência-toxemia),meu bebê teve retardo no crescimento e morte com 33 semanas.Tive deslocamento de placenta.Após esse primeiro bebê,as duas outras gestações foram normais,não tive nada e as crianças nasceram perfeitas.Fiz muita dieta durante as gestações.Tomem cuidado com essa doença.Ela é seria e necessita de atendimento hospitalar.Boa-sorte e abraços a todas!

    ResponderExcluir
  25. Gostaria de convidar a todas que estao passando por esse problema, a conhecerem melhor a doença no meu blog:

    http://coceiranagravidez.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  26. O máximo as descrições, é exatamente isso...qdo começo a ler penso- deve ser uma outra coceira que essa gestante teve, não pode ser verdade! Mas é característico, quem teve sabe o que foi- é dos DIABOS!!!Tenho muito medo de passar por akilo denovo, estou fazendo tratamento para hepatite C, minha filha querída, meu tesouro mais precioso está ótima, nasceu com 35 semanas, em sofrimento...ela tem hoje 10 meses de muuuita felicidade!!!
    bjs. à todas, e tomara alguma médica ou alguém influente passe por isso, para dar importância, e descobrir algo...ou pesquisar, pq meu pai e irmão são médicos, e não se mecheram, falaram que qdo nasce, melhora!!!E quem aguenta, queria morrer, de sofrimento...e ainda, com um bebezinho na barriga!!

    ResponderExcluir
  27. Oie tenho 20 anos e estou gravida de 31 semanas...comecei a me coçar a duas semanas li sobre colestase fui ao medico pq fikei muito preocupada,porém ele nem sabia o que isso significava fui a outro medico esse conhecia pouco a doença me encaminhou para uma dermatologista que disse que so estava com a pele ressecada passou remedio porem nada adiantou...não consigo dormir,estou com a pele toda machucada de tanto me coçar e não sei mais o que fazer pois nimguem sabe o que eu tenho...minha urina ta amarelo ouro bem escuro minhas fezes estão normais,mais to quase loka fiko com medo de ir no banheiro e elas estarem brancas,e essa coisa de que o bebe pode vir a morrer me deixa super triste e preocupada fiko pensando que se isso acontecer eu naum vo suportar quero muito esse bebe...sera que é mesmo colestase??? me ajudem quem ja teve e me digam se o risco é muito grande para o bebe mesmo como leio em tds os lugares??
    beijos a todas as mamães!!!

    ResponderExcluir
  28. Nossa que bom saber que muitas outras mulheres passaram por isso,pelo menos nao estou sozinha,ate hj de vez em quando sinto essa coceira,minha bebe tem quase dois anos,nao posso nem pensar em tomar anticoncepicional,que volta toda a coceira dnovo,gostaria de saber se alguem de vcs ainda sente coceira se tomar pilula??

    ResponderExcluir
  29. Meninas, continuo aqui solidária a vocês!

    Eu acho a incidência da colestase de uma a cada mil grávidas um número bem considerável: os médicos obstetras deveriam estar melhor preparados para isso.

    Quem estiver passando por isso, considere a sugestão de procurar ajuda com um hepatologista.

    Ah, gostei muito do blog da Camila sobre o assunto: http://coceiranagravidez.blogspot.com.

    Beijos a todas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi gente passou um filme em minha cabeça ao ler as publicações de tds!Eu enfrentei esse problema e sei que realmente é muito dificil...
      Mas a tds as mulheres que estiverem sofrendo peça muita força a Deus!E dificil mas ñ impossivél levar a grávidez adiante..
      Hj ao olhar para o passado vejo o quanto valeu apena!
      Minha linda filha se chama Alice Vitória tem 2 aninhos é uma criança saudavel,inteligente e perfeita!
      Ana Flor concordo perfeitamente com seu comentário acima,esta mais do que na hora dos obstetras se preparem melhor para a incidência da COLESTASE!
      Sucesso a tds!! bjs Dayane Cerqueira
      Feira de Santana ba

      Excluir
    2. Ana Flor ao falar com meu esposo sobre o blog e os problemas sofridos por tds nós,ficamos comovidos com muitas histórias e ao ler a minha história publicada nos emocionamos muito!
      Ele deu uma idéia de expor mais sobre o tema Colestase na grávidez através da midia,passando e-mail para os programas que relatam sobre saúde etc..
      Pensei!em mandar nossas histórias para o FANTÁSTICO-O SHOW DA VIDA!Vamos nos unir e passar e -mail ....o que acham?!!! bjs Dayane ba

      Excluir
    3. daiane sou de feira de santana bahia ,tou com 6 mese e estou de colestase tbm,minha filha tbm se chamara alice ,conhecidencia ne.keria seu contato meu nome e emli e moro na vila olimpia de feira bjs e fica com deus

      Excluir
  30. olá... estou com 38 semans e a 3 semanas começaram as coceiras primeiro na parte interna das coxas e agora na barriga e nas pernas toda... nao sinto a coceira nas maos e nem nos pes mas minha urina esta um pouco escura stou com medo de estar com colestase...as coceiras sao insuportaveis mal consigo dormir..fui ao medico e ele me receitou polaramine mas andei pesquisando e li q nao é indicado no final da gestaçao.. nao sei mais o q fazer...

    ResponderExcluir
  31. Ola,eu tive tambem colestase quando completei 34 semanas de gestacao,quase entrei em deprecao,mais gracas a Deus ocorreu tudu bem,porem naum posso mais tomar anticoncepicionais,queria saber de vcs se vcs podem ou naum tomar qualquer hormonio,pois eu naum posso jamais.bjos

    ResponderExcluir
  32. Olá, eu amei o blog, pq estou passando por esses sintomas horrorosos da colestase, essa coceira me deixa louca, fico com medo da noite chegar, pois sei q não vou conseguir dormir, eu fico sem roupa quando dá, em casa depois do banho, pq parece q toda roupa q coloco me pinica, já usei saco plástico com gelo prá aliviar a coceira e já chorei muito por não conseguir dormir e ficar me coçando, apesar de estar toda machucada, até meu rosto e meus ouvidos coçam, pés e mãos então...porém, diferentemente de muitas aqui, não estou grávida, acredito q estou com esse problema, devido a medicamentos q tomei, junto com bebida alcóolica, mas espero q isso passe logo, já colhi os exames de sangue com os marcadores hepáticos e fiz uma colangioressonância na última Segunda-feira e logo após o feriado, passarei com meu médico, mas estou feliz e aliviada por finalmente descobrir o q tenho e me identificar com todas as pessoas aq q sentem ou sentiram o mesmo q eu...vou pedir para ele esse remédio Questran, para ver se alivia meu prurido. Desejo à vcs que fiquem bem e não deixemos q está situação, q é passageira, nos tirem o brilho de viver...Obrigada à todas pela oportunidade de compartilhar minha experiência!!!Um grande abraço!!!

    ResponderExcluir
  33. Parabéns cara colega!
    Tive colestase gravídica e meu bebê nasceu com 35 semanas. Graças à Deus!!!! Se dependesse do meu médico... não gosto nem de lembrar.
    Eu mesma procurei e encontrei o diagnóstico graças ao instinto materno, internet e conhecimentos de acupuntura. Fica o alerta para todas as grávidas! Fazer exames de sangue.... e outros sempre que suspeitar ter algo de estranho. Todos falam... é normal, é normal.... Coceira como essa..... Devemos ficar alertas. São vidas em risco.
    Grande abraço.
    Meu Matheus está com 1 ano e 1 mês e está lindo!

    ResponderExcluir
  34. Olá meninas , é tão bom saber que não sou só eu que sofro dessa maldita coçeira.
    Tudo começou 4 semanas atraz,no começo achei que era por causa da sabonete ou coisa parecida,ate que uma noite enlouqueci de tanta coçeira,é como se o corpo todo tivesse cheio de caquinhos de vidro ai voce coça,coça mas no fim nem sabe mais onde coçar ... é de chorar
    Então procurei uma Obstétra e relatei o que eu sentia,ela fez um exame de sangue,que deu alteracão no resultado,IMEDIATAMENTE ela me internou ... fiquei sem saber o que pensar,fazer
    Nunca vi alguem internar por COÇEIRA mas meu problema tem um nome COLESTASE OBSTÉTRICA sei que eu fiquei 2 semanas no hospital tomado Questran (colestiramina), é tipo uma gelatina amarela , o gosto não é ruim mas ele é bem denso.
    Me deram alta faz uma semana hoje 20/11/10 mas as coçeiras estão voltando e cada vez mais fortes to com 34 semanas e dia 29 tenho pré natal de novo ate la ja estou com 36 semanas e acho que como nos casos que eu li no BLOG vao me INDUZIR O PARTO ou CEZARIANA.
    Uffa que bom poder desabafar,tenho tanto medo de perder a minha bebe,essa doença devia ser mais divulgada e tratada com mais atenção pelos medicos,pois só a gente sabe o SUFOCO que é.
    Espero que todas voces fiquem boas e peço a Deus que me ajude a suportar essa coçeira pelo menos mais 2 semanas
    Bjos

    ResponderExcluir
  35. oi meninas eu to com 36 semanas, não aguento mais essa coceira a noite começou a 2 semanas.Essa é minha quarta gravidez, nas outras não tive essas coceira mas meus três filhos nasceram com ictericia. tenho consulta depois de amanhã vou ver o que a médica vai falar.Bjos para todas.

    ResponderExcluir
  36. oi pessoal!minha irmã grávida, aos trinta e oito anos, desenvolveu essa doença durante a gravidez, já tem uma filha de 18 anos e a primeira gravidez ocorreu tudo bem,no entanto por desconhecimento médico e por se tratar de doença rara, quase q perdi meu sobrinho e minha irmã. Hoje tudo está bem, meu sobrinho com seis meses, lindo e saudável e minha irmã fazendo exames períódicos , ambos estão bem, mas foi preciso buscar ajuda médica de emergência, e meu sobrinho teve q nascer antes. Procurem os médicos, troque de médico, pesquise, pergunte, a gravidez não é uma doença, desconfie de qualquer sintoma. Boa sorte a todas!

    ResponderExcluir
  37. ola!estou de 7 meses e tambem esto com muita coceira!nunca tinha visto falar desta doença!fiquei muito preucupada?mas vou urgente no meu medico!!!q deus ajude a todas!!!

    ResponderExcluir
  38. Ana, obrigada!

    Graças a suas informações, na 35 semana de gestação pressionei meu médico para que investigasse a coceira que já não me deixava dormir há 1 mês. Ele solicitou minha irternação para a realização de examees, mas se recusou a continuar me acompanhando. Um obstetra que visitava uma paciente ouviu minha história nos corredores do hospital, onde os obstetras de plantão, aparenmtemente, temeram me atender, aceitou o desafio e no dia 01/12/2010 meus medos, minhas coceiras e minha gravidez foram interrompidos. Eu e minha filinha estamos bem, graças a Deus e a você!

    Muito, mas muito obrigada!
    Juliana Lucena

    ResponderExcluir
  39. Meninas,
    Obrigada pela visita. Fico feliz que o compartilhamento de minha experiência tenha ajudado-as de alguma forma.
    Queria que soubessem que sempre rezo por vocês quando recebo seus comentários aqui no blog.

    Mila, Anônima (32), Bruna, Anônima (33) e Anônima (35),
    Espero que tenha corrido tudo bem no final da gravidez de vocês. Tomara que um dia possam voltar e contar pra gente.

    Anônima (31), Fabiana, Anônima (34),
    Obrigada por terem compartilhado conosco o seu final feliz. Tenho certeza que isso dá alento a quem está vivenciando a colestase agora.

    Quanto ao anticoncepcional, realmente não é recomendado tomar. Dizem que a colestase pode manifestar-se novamente. Mas confesso a vocês que em duas oportunidades já usei uma cartela e nada ocorreu. Mas, no meu caso, não devo fazer o uso de qualquer maneira por causa da hepatite C.

    Juliana Lucena,
    Seu comentário me fez chorar, viu?
    Parabéns por ter tido uma atitude tão incisiva em relação ao seu obstetra. É importante termos essa coragem quando se trata da nossa gravidez, dos nossos bebês. E que bom que Deus colocou esse novo médico em seu caminho!
    Fiquei emocionada com seu relato e feliz por tê-la ajudado de alguma forma.
    Um beijo pra você e sua filhinha!

    Meninas, forte abraço a todas! Continuem fortes!

    ResponderExcluir
  40. Oi Ana, agora que consegui dar uma passadinha aqui. Obrigada pela indicação do meu blog.

    E obrigada pela força que vc deixou no meu blog pelo "novo" problema que estou enfrentando.

    Muito Obrigada!

    Bjs

    http://coceiranagravidez.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  41. Camila,
    Estou torcendo por você! Não deixe de dar notícias no seu blog. Sempre que puder, darei uma passadinha por lá.
    Você vai superar mais essa!

    Meninas,
    Coloquem a Camila em suas orações, pois ela precisará de muita força na luta contra um linfoma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tou com seismeses e e esse mesmo problema .minha obtretta5 me indicou um gastrou q indentificou o problema,colestase gestacional,tou tomando ursacol,e forte e dar muita dor de cabeça,mas tenho fe q dra tdo certo,vou interromper com 35 semanas,espero q corra tudo bem,pois ja amo muito minha alice,e nao kero perde-la,desejo força a tdos e muita fe poisrealmente quem passa sabe o sofrimento que é bjos e boa sorte a tdas nos,espero ouvir opnioes sobre isso,meu e-mail e emilicpinheiro@hotmail.com,quem quiser adicione pra mantermos contato

      Excluir
  42. Aí vai a minha história de colestase na gravidez...
    Tive uma gravidez muito saudávela até a 35 semanas de gestação. Foi nesta semana que começaram as coceiras... descobri que tinha colestase na internet pois minha médica quando eu falei das coceiras, me disse que procurasse uma dermatologista...passaram-se 2 semanas meu marido procurou na internet o que poderia ser a tal coceira insuportável na gravidez e encontro a colestase gestacional... me lembro qeu neste dia eu compelata 37 semanas e era uma sexta-feira, com feriado na terça - dia das crianças e minha médica estava viajando.. quando vi que meus sintomas eram de colestase, corri para o hospital - um dos melhores de POA e fiz o exame que constatou colestase. A informaçao que eu tinha na internet era que não poderia passar das 38 semanas para que o bebenão entrasse em sofrimento e os médicos me disseram que o melhor era não tirá-lo pois não havia estatísticas constatadas de risco para o bebe e que se acontecesse algo seria uma fatalidade.. imagina eu ouvindo isso!!
    Os médicos pediram apenas que eu observase se o bebe se mexia e caso contrário pediram para voltar ao hospital.. nesta altura eu ja n sentia mais o bebe mexer por isso no dia seguinte voltei ao hospital e novamente me disseram que o bebe estava bem..
    No domingo, minhas irmas vieram me visitar e ficarma apavoradas de tanto que eu me coçava... coçava até dentro dos olhos... tomava uns 5 banhos por dia até banho de bamheira com chá de camomila eu tomei mas nada resolvia..
    foi então que ligamos para o obstetra das minhas irmas e ele disse que se realmente foi constatado co,estase, eu deveria me preocupar sim... e me pediu pra ficar em jejum a partir daquele momento pra fazermos uma cesária na segunda pela manhã.
    Neste dia fui para o hospital e fizemos a cesaria.. perdi muito sangue, mas estava bem.. o Julinho, meu filho lindo, estava otimo... quando chegou a noite me senti mal, caiu minha pressão, acredito que por eu ter perdido muito sangue e, neste instante me deram medicação, forte demais o que ocasionou o rompimento dos vasos sanguineos dentro da minha barriga e eu comecei a sangrar.. Na terça pedi que fizessem uma eco da minha bariga pois eu achava que tinha algo errado e os médicos - residentes - que não sabem o que fazem....me disseram que era normal e que eu estava bem, pois caminhava... eu me sentia mto cansada, ia no banheiro e voltava para a cama, parecia que meu coração vinha na boca.. na quarta-feira, queriam me dar alta e eu disse que no poderia ir pois estava me sendindo muito fraca e voltei a pedir a eco que não foi feita novamente...
    Na quinta-feira recebi o almoço e no mesmo instante me chamaram para fazer a tal eco que eu pesia desde o inicio...e constataram que a minha barriga estava cheia de sangue e ainda sangrava....
    foi entao que me levaram para a CTI e fizeram transfussao de sangue, de plaquetas. de hemácias... foi tanta coisa q nem lembro para que pudesse ser feita uma nova cirurgia.
    Depois cirurgia, fui para o quarto e começei a perceber que não conseguia terminar as frazes enquanto eu falava.. nesta hora eu EMPUTECI!
    Perguntei pra um dos médcos se eles queriam que eu morresse lá..
    e solicitei imediatamente um raio x do torax.. (olha que eu não estava pelo SUS.. tenho plano da Bradesco)foi entao que viram meu pulmao cheio de agua e a saturaçao do oxigeniono meu pulmao em 78% o que deveria estar entre 98 e 100%.. voltei novamente para a CTI e me colocaram um cateter no nariz que fosse at~e o pulmao para oxigenar e me deram 2 ampolas de diur~itico o que fez com que eu fizesse 6 litros de xixi..
    depois de tudo isso.... ja se passavam 10 dias de hospital da PUC... começei a melhorar...
    A coletase foi o in~icio de um grande trauma.. eu realmente achei que fosse morrer....

    ResponderExcluir
  43. oie, sou Marinalva (do comentario 20, ai encima) voltei aqui pra contar como foi o fim da minha gravidez... as coceiras cada dia que passava aumentava mais, eu não conseguia dormi,as roupas me pinicavam, ... ai minha hepatologista trocou o Questram pelo Ursacol (que tbem nao mudou muito), toda semana eu fazia ultrasson pra ver se Sofia não estava em sofrimento, fiz uma consulta com a anestesista do hospital, passava as semanas só nos medicos era a hepatologista a GO, a hematologista ( que era medica no hemomar e pediu logo pra mim arranjar doadores...) no dia 22/08/2010 - domingo - 11:00 h, na semana 34 de gravidez, minha bolsa rompeu, comecei senti dor e liguei imediatamente para a minha GO que disse pra ir ao hospital e continuar sem almoçar... qdo ela chegou lá ia levando outra GO e fez um toque e disse que era pra agora e que Sofia ja estava em sofrimento, o hospital todo ja sabia do meu caso... antes de tudo fizeram um exame de sangue ( atividade protrombinica) que deu muito alterado - risco eminente de hemorragia - ) então foram pegar logo o sangue na hemomar - e eu sentia a tensão no ar dos medicos - era as duas GO falando com a hepatologista e com a hematologista e a anestesista , e foi decidido que seria anestesia geral e que teria que ser tirado a nenem o mais rapido possivel pra anestesia nao passar pra ela, e assim foi feito e as 17:04 Sofia nasceu ( e eu nem vi, anestesiada) com 46 cm e com 2,410 kg... ela estava bem, mas eu tive que tomar 10 bolsas de sangue, a hemorragia nao parava, chegou até a se cogitar tirar o utero, Graças ao bom Deus nao foi preciso e eu já tinha autorizado minha GO a fazer a laqueadura e ela fez... apesar de ser a primeira gravidez... agradeço muito a Deus por ter me dado mais essa oportunidade de esta aqui e cuidar de minha linda princesa... minha médica disse que sou um milagre...passei quatro longos dias na UTI tomando sangue e sem poder ver minha filha... no quinto dia a vi e no sexto fui pra casa com ela... ai começa outro drama, ela estava com ictericia, os pediatras mandaram colocar pra pegar sol e assim eu fiz, mas no segundo dia que eu estava com ela em casa, ela parou de mamar, ficou bem molinha,e estava toda amarela, quando voltei ao hospital ela foi direto para a UTI, as bilirrubinas dela estava em 27 ( o normal é menos de 1), ela foi para a fototerapia, teve parada respiratoria, nao sugava mais, passou dias sem comer respirando por aparelhos, ficou bem magrinha, todo dia eu passava o dia todo ao lado dela, e assim depois de 20 dias voltei com ela pra casa... agora ela esta com 5 meses, pesando mais de 6 kg, medindo 61,5 cm,mamando e tomando sucos e comendo frutas, linda, sorridente,interagindo com todos, mas como a ictericia foi muito alta estou fazendo fisioterapia com ela e a neuropediatra pediu agora pra mim fazer uma ressonancia pra ver se nao teve muito dano no cerebro ( pq a bilirrubina tbem vai ao cerebro e danifica) mas eu tenho absoluta certeza que ela é muito saudável....e ela é uma guerreira... sobre as coceiras na quarta semana ja tinham passado todas... é tao bom nao me coçar mais...
    Um lembrete para todas: Quem tem colestase não pode tomar anticoncepcional e nem fazer reposição hormonal... porque as 'malditas' coceiras voltam.... abraços e BOA SORTE para todas... Tenham muita fé... isso que me salvou... pensem sempre positivo... minha medica perguntou depois quando fui fazer uma consulta de rotina, se eu não tive medo de morrer, ai eu disse pra ela que nunca pensei nisso, eu tinha certeza que ia dar tudo certo ela era o anjo que DEUS colocou na terra pra cuidar de mim... Eu nunca imaginei que fosse emanar tanta força e coragem, e essa força é DEUS.

    ResponderExcluir
  44. Oi Flor quando eu li sobre o seu caso de colestase nossa cheguei a me emocionar pois sofri desse mesmo problema na minha gravidez e foi quando descobri o virus c,eu fiquei num estado que dava dó por causa das coceiras, na gravidez toda engordei 5 kg e ela nasceu de cesárea com 34 semanas na urgência pois já estava em sofrimento e eu estava amarela demais e na minha época ninguém sabia sobre isso,até me levaram para faculdade do Rio para estudar o meu caso quando descobriram e me passaram o questran logo ela nasceu mais o rémedio é maravilhoso e assim que ela nasceu uma semana depois parou toda coceira.Eu sei que todas as gravidez que eu tiver irei passar por isso e me dá muito medo de ter outro filho pois vc sabe que é muito sofrido...lembro que as vezes passava a noite inteira debaixo do chuveiro gelada.Hoje minha filha está com 14 anos e desde que nasceu linda e saudavel.Nossa estou muito feliz de saber que não fui a única.Tenho todos os relatórios médicos daquela época.Beijos Rosana


    GOSTARIA DA FORÇA DE QUEM SOUBER DE UM MÉDICO QUE ENTENDA DO ASSUNTO EM SÃO PAULO POIS MEU SONHO É TER OUTRO FILHO.

    ResponderExcluir
  45. Ai gente que bom ler esses comentários de vc's, estou na decima nona semana de gestação e também passo por esses sintomas, me coço o dia todo, a noite então, nem se fala é ensuportável, peço tanto à Deus que passe logo essa faze, não aguento mais, to com o corpo todo ferido e feio não consigo usar hidratante nenhum pq parece q piora, fica pinicando o corpo todo, no calor? Nem me fale, pois é agora vou procurar um médico pra ver se meu fígado está bem...

    Um abração à todas

    ResponderExcluir
  46. oi pessoal...
    também tive colestase gestacional. Tive que descobrir sozinha,pela internet; foi quando comentei com meu médico e ele pediu o exame de sangue que confirmou o diagnóstico.
    Estava com 36 semanas de gestação. Fui internada e, fazia exames dos batimentos cardiacos da minha bebê. pra ajudar, meu médico passou mal e foi internado; fiquei sob os cuidados de uma médica que dizia que o melhor era esperar.
    meu médico vinha me visitar todos os dias, e, vendo eu nervoso, fez minha cesárea mesmo internado....
    agradeço a Deus todos os dias por essa Vitória...
    minha filha nasceu dia 08 de outubro de 2010 com 2800 kg e 45 cm...linda, e recebeu o nome de Maria Vitória!!!!!!

    ResponderExcluir
  47. Olá pessoal, meu nome é Rosangela, e gostaria de elogiar o blog e todos os depoimentos aqui postados. Estou na minha segunda gestação, e com o mesmo problema de vocês,colestase intrahepática. Na minha primeira gestação, o prurido (coceira insuportável) apareceu nas 2 ultimas semanas de gravidez mas logo meu filho nasceu e o problema nem chegou a ser diagnosticado. Porém agora, na segunda, apareceu no 6º mês e quase me enlouqueceu. Tive sorte de ter um bom obstestra, que me internou, chamou um amigo infectologista e investigou o problema. Ele entrou com uma medicação que para mim foi ótima Ursacol 300 mg 3 x ao dia (NUNCA TOME MEDICAMENTOS SEM ORIENTAÇÃO MÉDICA), é o que tem me ajudado a passar por esse transtorno todo. Meu obstetra ja me avisou que não passarei das 35 semanas (faltam apenas 3).
    Vou colococar alguns exames que deram alteração e que ajudaram na identificação do problema, quem sabe possa ajudar outras futuras mamães:
    TGO
    TGP
    Fosfatase Alcalina
    Bilirrubina Total e Fraçoes
    VHS
    DHL
    CPK
    Ácidos Biliares Totais
    Dosagem D-Dimero
    Todos eles estavam com alterações, foi o que ajudou o infectologista no diagnóstico.
    Bem, me desejem sorte para que corra tudo bem e meu pequenino venha saudável.
    Sorte a todas vocês. Moro em São Paulo Capital e se precisarem de indicação dos médicos enviem e-mail para: rosangela_pessoal@yahoo.com.br
    Bejos

    ResponderExcluir
  48. Olá Flor! Primeiramente quero parabeniza-la pelo blog! Há aproximadamente 1 semana passei a ter muita coceira pelo corpo e ontem a noite apareceu um prurido no meu corpo! Amanha tenho consulta e vou pedir a minha GO que faca exames, estou na 37.a semana e nunca tinha ouvido falar desta doença! Muito obrigada por sua ajuda! Abraços!

    ResponderExcluir
  49. Olá companheiras de muita luta e coceiras.
    Meu nome é Edlene e estou com minha filhinha que vai completar 2 meses. NO 8 mês eu tive todos esses sintomas e fiz cesaria pois ninguém detectou o que eu tinha. Tomei tudo relacionado a corticoide melhorei uma semana com injeção de cortcoide, as manchas estavão sumindo e agora voltou tudo! Vou marcar um hepatologista e se for diagnosticado ess DOENÇA, vou avisar a alguns medicos pelos quais passei, pois ninguém soube informar so falavam que podia ser escabiose e passaram remedios para isso!!! Sofri muito principalmente por não poder ficar perto da minha bebê durante 2 dias depois do parto, sem contar a vergonha das pessoas não poderem me tocar!!! Graças a Deus minha Helena esta otima e não teve nenhum problema, apenas um pouco de equitericia e já esta boa.
    Beijos e tudo de bom para todas vcs. Obs. assim que souber se tenho isso aviso

    ResponderExcluir
  50. oi! na minha primeira gestação o medico me disse que essa coçeira era normal da gestção
    fiquei c/ urina escura ele disse que era normal
    perdi minha filha na hora do parto
    na segunda gestação tive os mesmos sintomas dra desconhecia esta doença mais graças Deus ela foi afundo e descobrio assim que os exames deram
    alterados ela me internou e foi afundo nas pesquisas e assim que minhas enzimas baixaram ela fez a cesaria graças a Deus meu filho nasceu bem sei que foi Deus que colocou essa dr marilia wincler na minha vida ela nao desistio e me disse que nao desistiria pq ela tem amor pela profissão ao contrario de muitos medicos por ai
    hoje penso em engravidar novamente mais tenho medo gostaria de saber se tem alguem depois de ja ter feito uma colestase engravidou novamente e teve seu bebe normalmente ?

    ResponderExcluir
  51. Olá! estou na minha primeira gestação e assim como você sou muito curiosa, gosto de pesquisar na internet para saber se é normal o que estou passando. Quando entrei no 5º mês apareceu uma coceirinha que no começo era até gostosa, mas ia se espalhando e ficando insuportável. Meu obstetra, "nosso anjo", Dr Jorge Sasak, logo na minha primeira queixa começou a investigar as taxas de TGP, TGO, bilirrubinas .... e também pediu para suspender alguns cosmétivos para descartar outras causas. Me pediu tb para procurar um gastro, só que o gastro me encaminhou para um alergista. Voltei ao Dr Jorge ele mandou eu repetir todos os exames e pelas investigações e alguns exames alterados perguntou se nenhum dos médicos havia me receitado o questran, como nenhum receitou ele me passou. Estou tomando há 1 semana,mas ainda não vi muito resultado, continuo com mt coceira ... Depois de quanto tempo do início do tratamento com o questran vc sentiu melhora? estou muito assustada com o que pode acontecer com meu bebê. Desde já agradeço por vc ter compartilhado sua experiência e de saber tb que seu bebê nasce com saúde.

    ResponderExcluir
  52. Meninas, sejam todas bem-vindas! Espero que estejam todas bem, com seus bebês lindos e sadios. Quando puderem, voltem para nos dar notícias, ok?

    Lidiane,
    Eu não lembrava quanto tempo levou para fazer efeito, mas recorri ao meu diário da gravidez e vi que foram três dias. No dia da consulta, escrevi assim: "Segundo ela [a hepatologista], deve levar uns três dias para fazer efeito, quando devo ligar para ela para contar se funcionou ou se devemos aumentar a dose".
    Três dias depois, eu escrevi: "Esta noite eu dormi bem. Espero que seja o remédio fazendo efeito e que seja duradouro"
    E mais cinco dias depois: "Que beleza que o remédio está fazendo efeito e deu uma trégua na coceira! Como é bom dormir à noite!"
    Portanto, talvez seja o caso de conversar com o Dr. Sasaki sobre a dose. Boa sorte pra vocês!

    ResponderExcluir
  53. Olá!!estou com 33semanas e estou com essas coceiras insuportaveis desda 30°semana qdo começou tive a mesma coisa em minha primeira gravidez a 3anos e 8meses nimguém soube me dizer oq era só passou depois q meu filho nasceu graças a DEus q fcamos bem,sabado dia 28/05/2011 madruguei aq pois a coceira esta horrivel nãoa guentava mais vim p/pc e comecei a pesquisar qdo achei seu blog tdos os sintomas q vc relata aq eu tenho e pode acreditar quem teve q relatar tudo isso ao meu medico foi eu,fui p/hospital no mesmo dia pela parte da tarde e foi realmente constatado q eu estou com colestase intrahepática e mais acharam uma pedra na minha visicula,estou sendo monitorada graças a Deus nao sinto dores e nem estou tendo febre mas as coceiras sao de mais nao aguento mais meu bb esta com 7meses ainda mas esta bem com um peso bom mexi direitinho mas estou meia assima ainda pois não sabemos se a qualq momento terei q voltar ao hospital e fazer a cirurgia tanto de cesariana qto da retirada da pedra,não me deram nenhum medico p/tomar em casa so no hospital q me deram alguns eu confio em Deus e sei q vai dar tdu certo em Nome de Jesus,seu blog é muito legal tem sido de grande ajuda Deus te abençõe muito bjoo.

    ResponderExcluir
  54. Estou assustada... perdi meu beb dia 9 de fevereiro 2011, estava com 28 semanas... 10 dias antes começou uma coceira nos pés e mãos... eu passava a noite com o pé dentro de um balde de gelo... o GO não deu tanta importancia... a Dermatologista dizia q era alergia do Calor... 10 dias depois tive uma hemorragia e meu bebe estava sem batimentos... o GO diz q foi pico de pressão.. meu cardiologista acha estranho essa alergia.. e hj uma amiga me disse sobre essa doença... vou passar em outro medico para saber... estou confusa.. se alguem puder me ajudar... agradeço... meu email é afpj_silva@globo.com

    ResponderExcluir
  55. corrigindo meu erro ali q em vez de por REMÉDIO eu escrevi medico kkkkkkk doidinha de sono,meninas me deem um desconto né estou sempre na madruga, aq estou eu de novo com 34semana e acabei de ter alta de novo,estou tomando medicamentos em casa p/segurar um pouquinho mais o meu bb,ele esta bem graças a DEus e eu tbem,ele grande ganhando peso a placenta normal,so q tive contrações no sabado ai fiquei de sabado ate quarta no hospital melhorei e vim p/casa mas continuo com os medicamentos so não tenho p/as coceiras nao aguento mais coçarrrrrrrrrrrrr me ajuda Ana Flor será q eu posso mesmo tomar esse remedio p/passar as coceiras?bjoooo e eu confio e creio no meu senhor q tdu ficará bem a cada dia eu e meu bb .

    ResponderExcluir
  56. Oi, Silleny! Sei exatamente pelo que está passando, mas digo uma coisa: não importa quão desesperadora seja sua coceira, nunca tome esses remédios sem orientação médica. Além da questão da dosagem, tem o problema da vitamina K que poderia lhe causar uma hemorragia - que, como sabemos, pode colocar a sua vida em risco.
    Minha sugestão é que procure um hepatologista. Eu também havia sido internada antes e voltei pra casa sem medicação. Apenas uma boa hepatologista me passou os remédios adequados.
    Lhe desejo boa sorte e força! Na pior das hipóteses, quando o bebê nascer, passa.
    Um abraço! Deus abençoe você e seu bebê.

    ResponderExcluir
  57. Cara anônima,

    Sinto muito pela perda de seu bebê. =(
    Não sei se há algo que você possa fazer agora para confirmar se realmente fez uma colestase intrahepática na gravidez. Mas, no caso de uma nova gestação, se tiver os mesmos sintomas não deixe de consultar um hepatologista.

    Beijo no seu coração!

    ResponderExcluir
  58. Olá Ana Flor e leitoras do Blog!!Baixei novamente hospital na sexta a noite dia 10/06/2011,com olhos amarelados e pele amarelada,imediatamente a Dra Solange q estava de plantão no Hospital Pasteur aq no RJ pediu minha internação e sugeriu minha cesariana imediatamente,fiquei feliz pois estava muito nervosa e sentia medo por conta da vida do meu bebe e da minha claro;no sabado as 17:00hrs fui p/ sala de cirurgia aos cuidados claro em primeiro lugar do meu senhor Deus aquem eu Amo e tenho muita gratidão e da maravilhosa equipe do Dr Mário de Barros,no momento da cirurgia ouvi o Dr.dizer:"JÁ ESTAVA MESMO NA HORA DESSE BEBE NASCER POIS O LIQUIDO MECONIO JÁ HAVIA SIDO LIBERADO E ESTAMOS CORRENDO RISCO DE VIDA."PARA HONRA E GLÓRIA DO MEU SENHOR MEU FILHO LINDO NASCEU BEM PESANDO 2,870KG,SEU NOME É ASAPH(SIGNIFICA:AQUELE A QUEM DEUS SE APODEROU-SE)é biblico esse nome,graças a Deus estamos bem,ainda ele nao fou liberado por conta q ele perdeu um pouco de peso mas creio q amanha já iremos p/casa em Nome de Jesus.ANA FLOR OBRIGADAAAA DE CORAÇÃO PELAS SUAS INFORMAÇõES POR COLOCAR ESSE BLOG POIS NAQLA MADRUGADA DEUS ME GUIOU ATE ESSE BLOG POIS FOI QDO EU,EU MESMA DESCOBRI OQ EU REALMENTE TINHA POIS ATE ENTAO NIMGUÉM SABIA NENHUM MEDICO,QUE DEUS ABENÇOE SUA VIDA E SUA FAMILIA A CADA DIA EM NOME DE JESUS SEMPRE Q LEMBRAR DE VC EU ESTAREI ORANDO POR VC,UM GRANDE BEIJO NO SEU CORAÇÃO E AQ PEÇO A CADA LEITORA NÃO DEIXE DE PROCURAR UM MEDICO UM ESPECIALISTA SE VC ESTIVER ESSES SINTOMAS POIS ISSO É MUITO GRAVE.
    DEUS AS ABENÇOE MUITOOOOO BJOOOOOOOOOO

    ResponderExcluir
  59. Olá a todas. Antes de mais muitos parabéns por terem ultrapassado todos esses problemas e ainda terem a coragem de os partilhar neste blog excepcional.
    Eu estou com 38 semanas e 4 dias e há já 2 semanas que tenho uma comichão intensa na barriga e agora também nos seios. É insuportável, compreendo perfeitamente todos os vossos relatos. Há 3 dias tive consulta com a minha obstetra que me disse ser normal e que não havia nada a fazer a não ser por creme para hidratar mais a pele (é desesperante!). Depois de tudo o que li aqui fiquei mais preocupada.
    Como eu tenho problema de plaquetas baixas também já não devo demorar muito até ter o bébé. Na 2ª feira vou ter com uma médica da equipa da minha obstetra à urgência (por indicação dela) para fazer nova contagem de plaquetas e vou-lhe falar desta doença pois não quero sofrer mais nem causar sofrimento ao bébé. Oxalá fique internada para fazer logo o parto. Tenho medo de me ferir de tanto coçar e prejudicar o bébé.
    O que tenho feito para amenizar a comichão é colocar bastante creme hidratante, deixar ao ar bastante tempo para a pele absorver bem, soprar sempre que me dá vontade de coçar e se não aguentar mesmo... (nunca coçar!) esfrego com os dedos ou mãos para não ser tão agressivo. Mesmo assim, estou cheia de borbulhas na pele e algumas até abrem e sangram.

    Espero ter dado algum contributo a este blog com a minha experiência e desejo tudo de bom a todas as mamãs. Beijinhos a todas e muita força!

    ResponderExcluir
  60. Ola, nas minhas duas gravidez tive o mesmo problema, porem n foi diagnosticado, os "médicos" diziam q era alguma alergia ou psicológico, aff... ou seja até o fim da gravidez, (foi um inferno), porem meus filhos nasceram de parto normal, e saudáveis.
    e logo depois de uma semana q eles nasceram a coceira passou, mais n entendi muito bem, eu tive ou tenho hepatite C,pois eu n fiz nenhum tipo de tratamento???

    ResponderExcluir
  61. Meninas, mais uma vez agradeço por vocês compartilharem conosco sua experiência. Fico muito feliz quando voltam para contar que está tudo bem com vocês e com os bebês. =)

    Fernanda, não se preocupe, pois a colestase não está relacionada à hepatite C. Se você tivesse o vírus, provavelmente ele teria sido identificado em seus primeiros exames pré-natais. Se quiser, dê uma checada neles para se sentir mais tranquila.

    Beijos a todas e seus filhotes

    Beijo a todas

    ResponderExcluir
  62. Olá Ana Flor,
    Fui diagnosticada com colestase aos 3 meses de gestação, hoje estou com 28 semanas e minha GO quer fazer o parto na 38º semana, portanto como esse foi também o seu caso, gostaria de saber se sua filha precisou ficar na UTI por ter nascido com 8 meses.

    BJ

    ResponderExcluir
  63. Oi, Carol! Minha filha não precisou de UTI, não. Na 38ª semana o bebê já está prontinho. Muita sorte pra você e seu bebê!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,boa tarde, tudo bem? Faz muito tempo que tento seu contato!!!ME AJUDE POR FAVOR...

      Meu nome é Alessandra e também passei por esse pesadelo da Colestase Gestacional...Tive minha filha no dia 31/12/2012 e ainda tenho coceiras...

      Por favor me conte sua desagradável experiência com esse problema.Suas funções já normalizaram?E a coçeira desapareceu, se sim quando?

      Abraços

      Alessandra

      Excluir
  64. Ola Ana Flor,
    Hj fui a um novo obstetra, depois de ter passado por 5 médicas e nenhuma delas querer acompanhar meu caso de colestase. Esse obstetra disse que conhecia a doença e que por ele o parto seria feito aos nove meses, mas de acordo com várias pesquisas que fiz, vi que o parto nunk chega até os nove meses, para segurança do BB. Então pergunto: você já soube de casos em que a gravidez com colestase chegou até as 40 semanas??

    ResponderExcluir
  65. Olá, Ana Flor! Parabéns pelo blog! Descobri a doença segunda-feira a noite, nunca tinha visto falar. Na minha primeira gestação, quem me cuidou foi Deus, pois também tive, mas a minha gestação consagrada a Nossa Senhora, com 36 semanas a bolsa rompeu e ela nasceu saúdável, com isso as coceiras passaram e eu não fiquei sabendo o que tinha.
    Agora, grávida novamente, por volta da 30ª semana as coceiras voltaram, intensificando no final de semana passado (11/09), procurando na internet (12/09)à noite, encontrei a respeito da Colestase no site Baby Center, nossa os sintomes batiam todos! Pela manhã (13/09) liguei para meu GO e perguntei a ele se a coceira que estava sentindo poderia ser Colestase, e disse que sim. Mas tinha que investigar através de exames. Internei na mesma tarde e saí ontem (15/09) a tarde, com o diagnóstico confirmado: Colestase. Ontem mesmo me deu uma dose de corticóide e a segunda tomarei hoje, para ajudar amadurecer o pulmão da bebê. Estarei controlando até 35/36 semanas repetindo exames dia sim, dia não. Caso aumente muito teremos que fazer a Cesárea. Chorei muito para desabafar, mas estou confiante em Deus e Nossa Senhora que vai dar tudo certo! Tenho fé e confio no Senhor!
    Estarei acompanhando o blog.
    Bjos

    ResponderExcluir
  66. Me chamo Flávia, sou da Bahia... estou aqui postando para dizer que esta colestase pode ser perigosa.. exigam o exame de sangue TGP e TGP pra confirmar pois aconteceu comigo, minha filha nasceu com 36 semanas.. depois de muito sofrimento devido a essa coceira.. meu parto iria ser cesária, mas foi normal e de urgência.. minha filha esta bem..graças a Deus.. Portanto fé em Deus! forte abraço.

    ResponderExcluir
  67. oi meu nome é daiane tenho 21 anos estou gravida de 30 semanas(7 meses e meio)estou com essa coceira insuportavel desde ontem por todo o corpo,nas maos e nos pés sao piores.acordei hoje 5 horas da manha incomodada com isso,me cocei a noite toda na verdade quase nao dormi direito.vou ir ao medico agora mesmo pra me diagnosticar,o quanto antes melhor né.tomara, deus queira q ela saiba o q é colestase,to preocupada o atendimento pelo SUS nao é la aquelas coisas né,mas vou tentar.bj a todos e obrigada por me ajudarem a descobrir sobre essa maldita coceira.me adicionem no msn e orkut mandem messagens pra eu saber q sao voces ta bjao a todas.!!!!!!!!!!!MSN(daianeecaion@hotmail.com)
    orkut(dairocha_cg@hotmail.com)fui to atrasada!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  68. Oi!!!Estou compeltando 36 semanas hoje e a 3 dias essa coceira insuportável vem tomando conta de mim!Começou pelos braços,barriga e pernas...principalmente as pernas!Não estou aguentando!Só hoje pesquisei o assunto e achei sua matéria sobre essa tal colestase, claro, bateu a paranóia aqui, pra falar a verdade, desesperei!
    O pior é que todo mundo, inclusive o pai da criança, olham pra mim como se eu estivesse fazendo drama e ninguém quer me levar ao médico...Por que grávidas tem que passar por esse tipo de coisa?Eu sei que sou dramática, mas não passo a madrugada em claro me coçando só pra fazer drama,tem alguma coisa errada...e de certa forma, fico aliviada em saber que foi exagero pensar em algo grave, sua matéria me ajudou muito!To indo ao médico, nem que seja sozinha de taxi...rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amanda, conte para nós o desfecho do teu caso....ficou tudo bem com o bebê?

      Excluir
  69. ANA SEU RELATO ME AJUDOU MUITO POIS JÁ ESTAVA ENTRANDO EM DESESPERO. A 5 DIAS ESTOU COM ESSES SINTOMAS, SEU RELATO FOI MUITO ESCLARECEDOR AMANHÃ VOU A MINHA MEDICA PARA SABER O QUE FAZER. EU NÃO AGUENTO MAIS ME COÇAR TANTO.NO MEU CASO ESTÁ NAS MÃOS E PÉS. FICA COM DEUS. BJOS

    ResponderExcluir
  70. ola! bom em primero lugar gostaria de diger q esse site ajuda muito a minha prima vai ter um menino mas se coça muito isso virou precupante agora vai fazer um exame mais isso de saber q ela nao é a unica melhorou muito o pensamento dela mais agora tenho q ir boa sorte para as mae q tem esse mesmo problema,beujos thal

    ResponderExcluir
  71. Olá! Tbm estou com essa coceira terrível, e minha obstetra disse que é uma alergia por causa dos hormonios e me passou um anti-alérgico, mas não está ajudando em nada!! Todos também me dizem: "não coça" nós sabemos que isso é impossível! "Quanto mais se coça, mais coça" Andei lendo sobre o assunto e neles dizem que a colestase tende a começar no terceiro trimestre da gravidez e estou apenas com quatro meses de gestação...Começou coçando o bumbum, em seguida as pernas, os braços, mãos, pés e no momento a barriga.. não aguento mais... Estou me ferindo de tanto coçar! Marquei uma consulta com uma hepatologista para dia 26/01/2012, espero que ela possa me ajudar! Postarei notícias... Força Mamães!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Laura, esta é minha segunda gestação e tive colestase nas duas. O que tenho percebido é que por ser uma doença rara os médicos não estão preparados para entender sobre o problema. Segundo minha obstetra(que me trata desde o outro parto) os médicos mais bem informados são aqueles que não trabalham somente em consultório, e sim em plantões de maternidades, pois é lá onde existem a maioria dos casos. No consultório muitas vezes nenhuma paciente daquele médico teve então ele nunca estudou sobre o assunto. Então te digo para insistir com tua obstetra ou trocar de médico.
      Hoje estou usando um medicamento chamado ultragestan, sugere a tua médica se a coceira persistir e teus exames de TGO e TGP derem aumentados, peça a ela que se informa, pois o remédio ajuda bastante a reduzir o risco para o bebê e as coceiras que tu sentes. Na minha primeira gestação tudo começou com 35 semanas, mas agora iniciaram com 25 e farei uma cesárea de 32 a 35, conforme eu me sentir até lá.Abraços e boa sorte.

      Excluir
    2. Olá,boa tarde, tudo bem?

      Meu nome é Alessandra e também passei por esse pesadelo da Colestase Gestacional...Tive minha filha no dia 31/12/2012 e ainda tenho coceiras...

      Por favor me conte sua desagradável experiência com esse problema.Suas funções já normalizaram?E a coçeira desapareceu, se sim quando?

      Abraços

      Alessandra

      Excluir
  72. Tbm passei por isso a 2 anos atras ...lembro que uma noite não consegui dormir e fui ao pronto socorro, quando eu relatei que à noite nem conseguia dormir devido as coceiras absurdas e insuportáveis na sola do pé e na palma da mão..o médico me respondeu o seguite: deve ser frecura de mulher grávida !!! Fiquei pasma com o a resposta dele...mesmo assime solicitei exames específicos e afirmei que tinha algo errado e não era impressão minha...(já havia até pesquisado na net sobre o assunto)depois que fiz os exames que deram altíssimos meu médico disse que provavelmente teríamos que adiantar o parto..... mas antes do previsto tive uma séria hemorragia e tiveram que antecipar o porto...graças a Deus deu tudo certo meu filho precisou ficar internado na neo natal ..mas depois teve alta e hoje está sadio e feliz !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como foi identificada esta hemorragia?O que tu sentiu?Abraços.

      Excluir
    2. Desculpe a demora para responder...então....tive cólicas horas antes..mais achei que era normal..então fui dormir, e quando acordei levei o maior susto devido a quantidade de sangue que saia...foi uma cena assustadora...mas no fim de tudo correu tudo bem e depois de longos 27 dias meu filho pode em fim vir para casa !Porém até hoje não me conformo com a falta de preparo e conhecimento dos profissionais da saúde com esse caso de colestase.....

      Excluir
    3. uau, é incrível cm a descrição é igual sempre!!!
      vc quer ter mais filhos, tem coragem?
      bjs.

      Excluir
    4. Olha, tenho muito medo de ter outro filho....as vezes penso que seria bom para meu filhote um irmãozinho(a)..mas tenho receio de passar por tudo novamente, já que a chance de desenvolver a colestase novamente é muito alta....hoje meu filho está com 1 e 8 meses...e eu ainda não sei se vou ter coragem de ter outroi bebê, mas eu queria sim...
      Bjs

      Excluir
  73. Eu passei por tudo isso tambem e só de ler já me dar coceira,hoje tenho um bebe lindo com 1 aninho e graças aá Deus ocorreu tudo bem ele nasceu com 36° semanas de parto cesarea e só tenho agradecer aos medicos que me assistiram o gastro Dr.Ricardo (Unidade do Figado DF)e minha obstreta Dra. Edilania.
    Como não é um caso tão raro como dizem gostaria que os estudiosos pesquisassem mais sobre assunto,pois, é frustante ter o diagnostico que seu bebe pode vir a óbito a qualquer momento sem que não tenha nada que você pudesse evitar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. è o mesmo que penso, como ainda não fizeram estudos decentes sobre o assunto!!!

      Excluir
    2. É verdade....falam de coisas tão repetitivas e inúteis nos grandes veículos de comunicação e assuntos como esses nenhum momento é falado como disse nossa amiga acima é frustante..pois a a gente sente que há algo errado e sério e não podemos fazer nada a respeito ficamos a contato com a sorte e com Deus, tem que haver mais conhecimento do assunto..Parabéns por esse site..que com certeza está ajudando muita gente,que assim como eu tive que pesquisar.....pois não havia ninguém que me desse uma resposta convincente sobre as minhas coceiras insuportavéis a ponto de me fazer chorar de desespero à noite a ponto de me coçar com a ponta da tesoura para aliviar...

      Excluir
  74. ólá meu nome é jane, e tive esse mesmo problema, trocando em miudos e como se me amarrasem pelos pés e me jogassem no inferno, muita coceira: começou c/ 5 meses de gestaçao, fui ao medico e ele disse nunca ter visto isso e disse que era uma doença grave me passou uma série de exames, essa é minha 3 gestação, nunca sofri tanto na minha vida,cheguei a pedir a morte, hoje estou com 7 meses curada , mas com muitas manchas escuras que estão sumindo aos poucos e Creio que quando meu bebê nascer nem manchas mais vou ter, o meu segredo e que escolhi ficar nas mão de Jesus Cristo, e não nas mão dos homens e ele me abençoou e me deu a vitória não sinto mais nada de coceira eu clamei ao Deus que sara,ele deu a vida do seu unico filho p/ que o nosso tivesse vida abaundante, Ele disse que levou sobre si todas as nossas dores e enfermidades na cruz do calvario e eu cri nessas palavras, e hoje estou curada p/ honra e glória do Senhor, se vc ainda não conheceu Jesus vá a uma igreja Cristã onde há o ministério de cura e aceite a Jesus como seu Senhor e salvador e receba a cura para o seu corpo e sua alma Deus te abençoe!!! vou estar orando por vc!! msn: janeearruda_amarcadapromessa@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alem da Sua fé vc tomou alguma coisa q te curou!!!!

      Excluir
  75. eu tive esse problema nas duas gravidez, senti um pouco de alivio, quando tirei o sal, por causa da pressão alta. conheci uma mulher q teve coceira mais forte q eu e o bebe naceu morto.
    ACHO Q OS OOBSTETRAS DEVERIAM SE PREOCUPAR MAIS COM ESTE PROBLEMA.
    mas graças a deus deu tudo certo , como na primeira, depois da segunda gestação acabou toda coceira.

    ResponderExcluir
  76. Sou um namorado em desespero!!!! O q posso dar para minha namorada alem do Questran??? Este remedio na esta fasendo efeito nela !!!! Me ajudem!!!!! meu email é tiagaobmf@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tenho panico desse remedio por favor consulte seu medico antes de tomar pois perdi minha bebe dois dias depois de tomar ele

      Excluir
  77. Nossa, sofri muito na minha primeira gestação e na época ninguém sabia me dizer a causa da minha insurportável coçeira. Meu bebê nasceu bem doente e quase o perdi, mas graças a Deus tudo deu certo! Na minha segunda gestação não tive nada. Tive muita sorte.

    ResponderExcluir
  78. Estou preocupada! Tem umas duas horas que estou lendo esse blog e foi muito informativo pra mim.
    Não estou nem com 5 meses de gravidez e já estou me coçando. Meu médico já logo identificou que deve ser a Colestase. Ele me recomendou pasta d'água e Polaramine 2 mg, se precisasse. Ainda não precisei do Polaramine. Mas o que me preocupa mais é não estar com a gravidez tão adiantada e já estar sentindo coceira!
    Fiquei especialmente preocupada com o quanto a coceira pode piorar e o risco pra bebê! Agora vou procurar meu médico e ver com ele se nao é melhor eu me consultar tb com um hepatologista e fazer a dieta (tomando vitamina/cálcio) em cápsula, se necessário...
    Obrigada à Ana Flor e a todas que tb compartilharam suas experiências... Agora é correr atrás de tratamento adequado!

    ResponderExcluir
  79. Olá. Primeiramente, gostaria de parabenizar pela divulgação do assunto em questão. Estou na 25 semana de minha segunda gestação e, há umas duas semanas, começaram as coceiras. Tenho um menino lindo, hoje com três anos, mas me recordo como se fosse hoje dos dias (principalmente noites) de coceira intensa. Naquela época, meu obstetra tbm medicou como sendo alergia, mas nenhum medicamento q eu tomava adiantava. Me lembro tbm, q minhas fezes tinham coloração estranha, bem esbranquicentas. Minha bolsa estourou com 37 semanas e meu filho nasceu muito saudável, GRAÇAS A DEUS. Hoje, me deparo com o mesmo problema, mas com uma diferença: estou mais informada sobre o problema e este post, sem dúvidas escclareceu mta coisa, pq aqui tbm os médicos ainda tratam esse prurido intenso como mera alergia, ou uma coisa normal, não dando mta importância ao caso.

    ResponderExcluir
  80. Olá Flor e demais mães que tiveram colestase!
    Venho me juntar a vcs e somar mais uma entre as mães que padeceram desse problema e igualmente tive dificuldade no diagnóstico. Na realidade eu mesma sugeri à obstetra que estava com colestase e então ela passou a investigar com hepatogramas e indicou acompanhamento com um gastro. Com 36 semanas descobrimos um cálculo na vesícula, meu filho nasceu perfeito, graças a Deus, assim que completou 37 semanas, mas a experiência física e principalmente emocional foi bastante difícil. Às vezes tenho vontade de tentar outra gestação, mas confesso que tenho medo, não só do mal estar, mas de passar por uma gravidez de risco. Vi que aqui algumas mães passaram pela segunda gestação. Alguém recebeu de médicos um NÃO taxativo para essa possibilidade? (não tenho vírus C e retirei a vesícula). Obrigada por compartilharem suas histórias.

    ResponderExcluir
  81. Olá meninas!

    Estou com esta coceira insuportável, cheia de feridas pelo corpo e a noite tenho vontade de me coçar com um grafo, pois é desesperador!
    Minha médica disse que não sabia o que era. Fui em uma dermatologista que me passou o exame de sangue, mas deu negativo para colestase. Mas os meus sintomas são exxtamente iguais aos relatados por vcs!!
    semana que vem devo fazer outro exame de sangue. é incrível como esse médicos são despreparados!!!
    bjs
    Teresa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tereza....sou uma mãe que passei por isso a quase 2 anos atras ....bata o pé com os exames, exija uma resposta..pois infelizmente os profissionais da saúde não sabem do que se trata e indicam coisas inadequadas ou ineficazes....Como eu relatei nos depoimentos anteriores:o médico quando eu falei das coceiras horríveis disse que era " frescura de grávida" ..mas eu não conseguia nem dormir..e me coçava com a a ponta da tesoura..meus pés ficarm cheios de ferida...como isso podia ser frescura????? Enfim....questione

      bjs
      Gisele

      Excluir
  82. Olá meninas, perdi meu bebe fazem 3 meses com 36 semanas de gestação, era meu segundo filho, o primeiro eu tive também no final da gestação e com o questran consegui chegar nas 39 semanas , o médico disse que era para um leve colesterol o questran, então nunca imaginei ter colestase, agora na segunda gestação eu ouvi falar da doença na net até por causa das noites sem dormir com a maldita coceira, vivia no hospital tomando injeções de fernegan e flebocortid intravenoso que de nada adiantava, quando olho o email que eu enviei pro meu obstreta implorando para ele fazer uma cesárea me dá um ódio mortal dele sabe, é uma revolta mt grande saber que ele poderia ter salvado a vida do meu filho e não fez, meu marido quer mt outro filho e o meu filho tb pede mt um irmão coitadinho ele estava ansioso pela chegada do irmão e sofreu mt a perda, agora preciso procurar me tratar e um bom médico Hepatogista, agradeço mt a todas vc as informações saibam que me ajudou basante a ter fé para uma nova gestação, que DEUS abençoe cada uma de voces!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida, procurar um hepatologista pode ser mesmo uma boa. Pois ele poderá avaliar melhor os riscos de uma nova gestação, tanto para vc quanto para o bebê.

      Excluir
  83. Oi! Estou na minha segunda gravidez e como na primeira,apareceu essa tal de colestase que é um horror para quem tem.É tão insuportável,que choro de desespero.Ainda bem que já vou ter meu bêbê,pois não aguento mais.Quem nunca passou por isso acha que é brincadeira,por isso não desejo à ninguém.

    ResponderExcluir
  84. ate que enfim encontrei depoimentos de outras grávidas que possam me compreender, estou com 33 semanas e já faz um mês que começou a coceira, e realmente é uma coceira de enlouquecer, quanto mais coça mais quer coçar.... já estou toda machucada, com feridas e arranhões, agora minha melhor amiga é uma escova que uso para tentar aliviar durante as crises, que com certeza pioram à noite, estou passando pasta d'água e ás vezes alivia, outra coisa que estou fazendo durante as madrugadas é colocar os pés dentro de uma bacia com água fria, ajuda um pouco e posso então voltar pra cama. só quem passa por isso pra saber e o pior é ver meus familiares sofrendo junto comigo sem poder fazer nada. só peço a Deus que meu bebê seja saudável e perfeito. Força pera quem está passando por isso, porque realmente não se tem conhecimento sobre o problema e nem tratamento para isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,boa tarde, tudo bem?

      Meu nome é Alessandra e também passei por esse pesadelo da Colestase Gestacional...Tive minha filha no dia 31/12/2012 e ainda tenho coceiras...

      Por favor me conte sua desagradável experiência com esse problema.Suas funções já normalizaram?E a coçeira desapareceu, se sim quando?

      Abraços

      Alessandra

      Excluir
  85. Gente quais dos medicos de vc não recomendaram uma segunda gestação?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca vi essa recomendação de não dever engravidar novamente após ter tido a colestase, apesar da grande possibilidade de ocorrer de novo. Seu médico recomendou isso?

      Excluir
    2. Ele falou que descartasse essa possibilidade. =/ e agora?

      Excluir
    3. Como é um assunto muito sério, em seu lugar eu procuraria a opinião de outros médicos.

      Excluir
    4. A minha medica disse que estava descartada a ideia, por que do jeito que fiquei nao era nem pra cogitar a ideia, ela fez logo na hora da cesária a ligação das trompas... Apesar de ser minha primeira gravidez...Mesmo que ela nao tivesse feito, creio q eu nao engravidaria mais nao; nao gosto nem de lembrar do sofrimento.

      Excluir
    5. Meu Hepatologista disse a mesmo coisa...

      Detestei ouvir isso!

      Mas o pior e passar por esse tormento que é a Colestase Gestacional

      Excluir
    6. Meu Hepatologista disse a mesma coisa...

      Detestei ouvir isso pois tinha planos de mais filhos mas passar novamente por esse tormento de Colestase Gestacionalnão sou capaz!!!

      Quando desaparece essa coçeira infenal...

      Faz 15 dias que tive minha filha e ainda coço, ALGUÉM ME AJUDA E ME DÊ INFORMAÇÕES!!!

      Beijos no coração de todas...

      Excluir
  86. Oi ana flor!!
    estou com esse sintomas de coceira e estou muito assutada com os depoimentos q vi, vou no medico hoje a tarde , espero q de tudo certo ,mais pelos sintomas eu acho q vai ser colestase.
    Quem tem essa doenças tem q fazer cesária?

    ResponderExcluir
  87. Ola
    estou muito preocupada agora depois q vi esses comentários, pois estou com muita coceira, vou no medico hoje a tarde, espero q der tudo certo se DEUS quiser
    mais quem tem essa doença, tem q fazer cesária?
    bjos

    ResponderExcluir
  88. tive uma alergia muito forte no final da gravidez meu medico me indicou uma gastro essa me receitou o remedio questran assim eu fiz tomei corretamente mas infelizmente nao deu tempo para ir ao pre natal p/ conversar com o meu medico quando comecei tomar o remedio percebi que sintia muito sono e uns dois dias depois de tomar o remedio percebi que nao sentia mais os movimentos da minha bebe fui ao medico e infelizmente nada mais podia ser feito ela ja estava morta nao entendi nada pois a uns dez dias atraz o medico do ultra ssom me disse que ela estava perfeita e ia ser uma linda menina e estava com muita saude quando ele viu tambem disse que nao estava entendendo enfim depois da perca voltei ao meu medico ele me disse que a perca foi devida a varios problemas que tive na gravidez mas nao me falou nada da colestase tinha que voltar na gastro mas depois da perca fiquei muito triste e sem forcas e nao voltei mais la hoje ja se passou 2 anos e ainda nao engravidei mas minha duvida e sera que tenho que procurar a gastro antes de engravidar

    ResponderExcluir
  89. OI gurias... vcs nunca tiveram essa coceira antes da gravidez?
    Pois eu tenho e estou gravida,mas eu já tinha antes. será q pode ser essa doença... falaram q era do sistema nervoso. Tive quando estava de 2 meses e passou no terceiro mes. mas agora estou no quinto e voltou. isso pode...poderiam me esclarecer isso.meu email beanjodaguarda@yahoo.com.br. bj.

    ResponderExcluir
  90. Olá... estou com Colestase, descobri com 30 semanas, estou de 35 e dia 7/05 vou fazer a cesaria, tomei colestiramina durante 15 dias, e aliviou bastante, acabou, mas nem vou comprar pois só falta uma semana pro parto e esse remédio é uma facada, aqui na minha cidade custa R$300,00 e dura só 15 dias. E agora dá pra notar como o colestiramina aliviou pois a coceira voltou com tudo sem o uso do remédio. O balde com água fria é meu companheiro inseparável durante o sono. Esta coceira é de endoidecer. Sobre engravidar novamente vou questionar minha médica na próxima terça. Já estive internada 2 vezes e fiz vários exames, com o remédio o meu nível hepático não mudou nada, continua altíssimo. E adquiri tbm pedras na visicula. Espero ansiosa que essa colestase desapareça imediatamente apos o parto. E meu Vinícius nasce mto bem. Bjus

    ResponderExcluir
  91. Olá... estou com Colestase, descobri com 30 semanas, estou de 35 e dia 7/05 vou fazer a cesaria, tomei colestiramina durante 15 dias, e aliviou bastante, acabou, mas nem vou comprar pois só falta uma semana pro parto e esse remédio é uma facada, aqui na minha cidade custa R$300,00 e dura só 15 dias. E agora dá pra notar como o colestiramina aliviou pois a coceira voltou com tudo sem o uso do remédio. O balde com água fria é meu companheiro inseparável durante o sono. Esta coceira é de endoidecer. Sobre engravidar novamente vou questionar minha médica na próxima terça. Já estive internada 2 vezes e fiz vários exames, com o remédio o meu nível hepático não mudou nada, continua altíssimo. E adquiri tbm pedras na visicula. Espero ansiosa que essa colestase desapareça imediatamente apos o parto. E meu Vinícius nasce mto bem. Bjus

    ResponderExcluir
  92. ola pessoal,

    minha esposa perdeu o bebe com 6 meses de gestação com essa doença siagnosticada desde o nicio da gravidez....

    O que gostria de saber é se alguem conhece ou ja perdeu um bebe por essa doença e depois engravidou de novo e a criança nascei saudável....

    |Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu tive essa coseira e minha filha nasceu super saudavel graça a Deus

      Excluir
  93. Eu tive colestase, as coceiras começaram na 26ª semana de gestação.
    Meus índices hepáticos se mantiveram 'razoavelmente baixos' até a 34ª semana, quando deram um salto de 87 pra 544. Eu passava as noites em claro, tomava de 6 a 10 banhos durante a madrugada, não tinha oq fizesse passar as coceiras, nem talcos, cremes, nada. Eu simplesmente não dormia mais. Tava uma zumbi. O remédio pras coceiras estavam em falta na minha cidade, nem no laboratório consegui pq não estavam mais distribuindo.. nem em farmacia de manipulação. Foi terrível. A constante preocupação com a vida do meu filho, olha, só quem passa por isso, que entende o que é essa doença. Tive que trocar de GO com 34 semanas, e foi a melhor coisa q fiz. Encontrei um anjo na minha vida que sabia da doença e cuidou de mim.
    Fui internada com 35 semanas, e os indices não paravam de subir.. em 3 dias, saltaram de 544 pra 725 e pra 890. Fiz uma cesária de emergencia dia 14/03, meu filho nasceu com 35s+3d... ficou 4 dias na uti neonatal + 4 dias no quarto cmg pra adaptação. Mas graças a Deus deu tudo certo.Hj meu filho ta com 2 meses... 6kg e 56cm... uma saúde de ferro. Nem precisou de banho de luz na uti, respirou 1 dia só com oxigenio na incubadora, e dali adiante foram só vitórias.. ele é forte demais. Levei ele em 3 pediatras diferentes e todos disseram que ele se desenvolve como um bebê nascido a termo, nem parece prematuro. E as coceiras? Ficaram na sala de parto. Assim que sai da cesária já não senti mais nada. Fiz exames 2x depois do parto e os indices já estavam quase normalizados.
    Juliana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá sou Viviane Praia Grande sei muito bem o que é passar por uma colestase pois passei por essa situação duas vezes sofri muito pois só agora depois de tanto sofrimento tive o melhor esclarecimento graças a Flor, pode entender melhor o meu problemas meus médicos me esolaram com suspeita de hepatite,no final descobriram que a hepatite não era transmissível outros trataram como sarna(que me deixaram bastante chateada pois tinha certeza que isso era quase impossível pois não tinha nenhum contato com cachorro e tinha total higiene) fiquei sem poder sair na rua pois a coceira era imensa só quem passou sabe na realidade quero relatar minha experiência para poder confortar quem esta passando por isso, quando fiquei grávida da minha primeira filha, mais complicado pois fiquei com olhos amarelos coceira por todo corpo, começou aparecer esses sintomas por volta do quinto mês de gestação, minha filha nasceu de oito meses e meio perfeita mas com a bilirrubina alta, meu segundo filho cinco anos depois tive os mesmos problemas mas como já tinha alguma experiência fui a um hepatologista que me recitou remédios para estabelecer a bilirrubinas pois elas estavam muito além do normal, antes do meu segundo filho nascer,tomou uma vacina para amadurecimento mais rápido do pulmão valeu apena.
      Mães vitoriosas tenho um recado a deixar para vocês mesmo quando pensamos que estamos sozinha nessa que somos a única e que ninguém nos entende encontramos amigas como vocês que ajudam umas as outras muitas felicidades para todas e quem passou por tudo que passamos enfrentamos qualquer obstáculo.

      Excluir
  94. Boa tarde a todas!! Sou a Grazi e acabei de passar pela colestase gestacional, vou relatar minha experiência para que mais mamães possam ficar tranquilas em relação ao nascimento do bebê. Na semana 34 começaram minhas coceiras, pesquisei na internet, e descobri que poderia ser colestase, 4 dias depois realizei os exames e o resultado foi positivo. Comecei assim a fazer um monitoramento do bebê, no hospital, mas não precisei internar, a cada dois dias intercalados eu fazia uma ecografia para ver se o bebê não estava em sofrimento fetal( respirando com dificuldade, etc)e um exame de sangue para ver as taxas da bilirrubinas e das enzimas estavam se normalizando, na semana 36 elas começaram a se estabilizar, e a coceira começou a desaparecer, graças a ingestão do remédio Ursacol 900g diárias distribuídas em 3 vezes, desde a semana 34. Assim, a médica achou melhor fazer o parto na semana 37 e 5 dias. A cesárea foi tranquila para mim, mas meu bebê nasceu com asfixia leve, mas não precisou de Uti, e logo se recuperou, a recuperação aconteceu em 5 minutos. Ainda no bloco cirúrgico, quando levaram meu bebê pensei que talvez poderia ter sido tarde demais, mas graças a Deus ele ficou bem. Hoje ele está com 1 mês e em ótimo desenvolvimento!Desde o parto não precisei mais tomar o remédio, e as coceiras não voltaram.

    ResponderExcluir
  95. oi tudo bom meu nome é gleiciane tive esta coseira na minha gravidez foi a unica reação que tive,mas fui aos medico e um disse que era (escabiose)lepra, mas depois que a minha filha nasceu ela foi embora .eu já tive a hepatite c descobri quando fui fazer um transfusão de sangue, mas graças aDeus eu fui ao médico para comfirmar e ele medisse que eu pegue o virus mas ti anticorpos suficiente para não deixa ela se desnvolver Deus já avia feito o milagre, e o medico disse que ia ficar como uma sicatriz toda vez que eu fizesse o exame da epatiti c iria consta que eu tinha.
    a minha coseira voltou depois de 2 anos e quatro meses não sei se eu estou gravida vai faz um mes q estou com ela e aminha menstruação não vem e estou engordando bem que coseira horivel os pés são um dos lugares que mas cosão davontade de cosar com algo bem pontudo. é horivel. gostaria de saber se a colastase só da em gravides?

    ResponderExcluir
  96. OLÁ ESTOU DE 6 MESES E MEIO ESTOU COM ESSA COÇEIRA INSUPORTAVEL
    ESTOU COM AS PERNAS E MAOS TODAS EM FERIDAS ESTOU NA TERCEIRA GRAVIDEZ MAIS SOMENTE NESTA APARECEU ESSA DROGA DE COÇEIRA GENTE A NOITE É DE CHORAR COMO FAÇO PRA SABER SE ESTOU COM COLESTASE GESTACIONAL? É ATRAVES DE EXAMES? POR FAVOR ALGUEM ME AJUDE

    ResponderExcluir
  97. OLÁ BOA NOITE! ESTOU COM 6 MESES E MEIO DE GESTAÇÃO. TAMBÉM ESTOU COM ESSA COCEIRA INSUPORTÁVEL, TO ME VENDO LOUCA ESTOU COM OS PÉS PERNAS MÃOS TUDO EM FERIDA, NA VERDADE COCA POR TODO O CORPO MAIS O Q MAIS ATINGE SÃO MÃOS PÉS E PERNAS DO JOELHO PARA BAIXO. ESTOU NA TERCEIRA GRAVIDEZ SOMENTE NESTA ME APARECEU ISSO ESSA COCEIRA,
    PELOS COMENTÁRIOS Q VI AQUI É IGUAL O MEU PROBLEMA O Q FAÇO PARA SABER EXAMES? POR FAVOR ALGUÉM ME AJUDE.

    ResponderExcluir
  98. OLÁ MEU MEU NOME É VALDIRENE ESTOU COM OS MESMO SINTOMAS DESSA MALDITA COCEIRA ESTOU DE 6 MESES MAIS TO EM DIVIDA ALGUÉM PODE ME AJUDAR A COCEIRA FICA TIPO UMAS BOLINHAS PELO CORPO DEVIDO A COCEIRA?

    ResponderExcluir
  99. ola gostaria de receber mais informacoes sobre essa doenca como no primeiro relato passei tudo da mesma forma no final a minha bebe parou e foi a obito com 36 semanas gostaria de indicaco de um medico bom moro em mga pr ja se passou 3 anos e estou querendo engravidar novamente mas tenho muito medo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vai dar tudo certo se passar em um bom hepatologista e antes explicar para um bom genecologista não e nada facil acertar nos profissionais de hoje va em mais de um e faça bastantes exames e vai dar tudo certo você merece, felicidades

      Excluir
  100. Oi estou gravida de 13 semanas e sinto um coceira pelo corpo todo me ajude.......

    ResponderExcluir
  101. Bom dia!! Tive colestase nas duas gestações.
    Na primeira em 2005 não foi diagnosticada, então tomei vários antialérgicos receitados pelo obstetra, que não adiantaram em nada. O Luiz Guilherme nasceu de 37 semanas, de cesárea e ficou uma semana internado para tratar da ictericia. A coceira passou e minhas taxas voltaram ao normal.

    Na segunda gestação, em 2008, ele diagnosticou a colestase, que veio mais forte, tirava sangue toda semana para monitorar as taxas e fiz várias ultrasons para ver a situação do bebê. A coceira era insuportável... Com 34 semanas o médico cogitou a hipótese de tirar o bebê porque as taxas estavam extremamente altas (TGO e TGP mais de 600), mas graças a Deus no exame decisivo elas começaram a baixar, chegaram a 300 (ainda muito altas...), mas consegui segurar, mesmo com a coceira, até 39 semanas, quando o Pedro Henrique nasceu, também de cesárea. Dois dias depois estávamos em casa.

    Hoje tenho dois meninos lindos e saudáveis, um com 5 e outro com 8. Faço controle constante das taxas, não uso anticoncepcional porque eles alteram as taxas, e faço uma ultrason do fígado anualmente para monitora-lo. E numa dessas ultrasons, provavelmente como consequência da colestase (segundo o hepatologista), descobri que estava com cálculos na minha vesícula e tive que retira-la ano passado.

    Gostaria de ter mais um filho, mas todos os médicos que procurei não me recomendaram. Desde 2008 procuro na internet, mas não encontro referências a respeito de avanços médicos relativos a essa doença que é mais comum do que a gente imagina...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. flaviak@terra.com.br26 de março de 2014 21:35

      Oi Marina! Tb procuro sempre, cm vc!! Entra no grupo da Camila bortoluci no face book, que tem 29 mães colestaticas que conversam e dão dicas e estudos on line... Bj Flavia.

      Excluir

Oi! Que legal que vc vai escrever alguma coisa! Assim, vc ajuda a "dar alma" ao blog.
Gostou? Não gostou? Quer dar sua opinião? Acrescentar mais alguma coisa? Compartilhar sua experiência? Será muito bem-vindo!
Um abraço!


PS: Fique atento que os comentários são indexados pelo Google. Portanto, se você quiser permanecer anônimo, não comente usando sua conta do Google, mas sim como "anônimo" ou com um nome fictício, ok?