Uma em cada 12 pessoas no mundo pode ter hepatite B ou C, sem saber. Não há sintomas e o vírus não é detectado em exames de rotina. Tem certeza que você não tem? Faça o exame, é gratuito.

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

O café e a cura da Hepatite C

Característica comum da sociedade atual, sentar-se com os amigos para tomar um cafezinho, pelo menos pra maioria é equivalente a sentar para tomar uma cerveja. O café, assim como outras práticas, tem a capacidade de estabelecer laços entre as pessoas. Café, pessoas, relacionamento. O que isso tem a ver com a Hepatite C? É isso que você saberá na continuidade do post.

MarkSweep - WikiMedia Commons


Vários estudos mostram os benefícios do café nos problemas hepáticos

Especificamente em relação à hepatite C, já foi observado que os indivíduos que ingerem café regularmente, de 3 a 5 xícaras por dia, apresentam quadro significativamente melhor.  

Ao comparar pacientes do estudo que não bebiam café com o grupo dos que bebiam, foi observado que os que faziam uso regular do café apresentavam quadros menos severos de esteatoses (gordura no fígado), níveis menores nas transaminases, na alfa-feto-proteina, na insulina e no nível do HOMA, sendo que o nível de albumina era mais elevado no grupo de café. Carlos Varaldo - http://www.hepato.com/

Outros estudos já mostraram que o café é eficaz na redução da progressão da fibrose hepática - um dos prejuízos causados pelo vírus da hepatite C, que pode levar à cirrose e, em alguns casos, até à morte. 

Também há indícios de que as chances de cura da Hepatite C aumentem com uma maior ingestão de café: no grupo pesquisado, os pacientes que não ingeriam essa bebida tiveram apenas 11,3% de cura, contra 25,8% entre as pessoas que bebiam 3 ou mais xícaras de café por dia.

Mas atenção: 
Beber mais de cinco xícaras diárias de café passa a ser prejudicial, devido à quantidade de cafeína ingerida - alerta Carlos Varaldo, presidente do Grupo Otimismo. 

Julius Schorzman - Wikimedia Commons

Já estou até vendo: depois de lerem este post, meus pais e alguns amigos querendo enfiar-me café goela abaixo. E aí está o problema: o café seria um aliado na minha luta contra a hepatite C, se, claro, eu conseguisse ingerí-lo. Para o meu paladar infantil, apesar do aroma maravilhoso, café não é algo palatável. Não gosto mesmo. 

Em alguns momentos até me faz falta - como agora, que escrevo este post brigando contra o sono.

Sim, eu sei. Deveria tomá-lo como remédio. Quem sabe um dia...

Estou bem distante dos colegas blogueiros que acompanho no Twitter saboreando  e praticamente cultuando o café. Em homenagem a eles, cá está a famosa receita de capuccino do @profBauru, compartilhada pela @luzdeluma:


Toda essa conversa me lembrou um texto que o amigo @GELEAL escreveu sobre as meninas que servem café no nosso trabalho, do qual reproduzo o trecho abaixo:
café  é  um  evento  social  no  Brasil desde há muito, muito tempo. Das nobilíssimas cozinhas  coloniais às fogueiras de acampamento ou também nas famosas, milhares  e coloridas garrafas térmicas, o café reina no cotidiano do  brasileiro  como  uma  "parada"  no  ritmo  das  coisas e um momento de reflexão  e  prazer.  Quero um café preto, viu? Uai, tem outro? É uma forma sutil de dizer: "o meu tem que ser especial".
Há,  certamente,  os  "viciados",  que não podem sentir o cheiro ou ouvir o barulho  do  carrinho  do  café  sem  sentir  a  boca  salivar. Todos somos especialistas em café, mesmo antes de surgir a palavra "barista" (esquisito, não?). Mas o importante é que, pelo menos duas vezes por dia, todos os dias, algumas  pessoas se mobilizam para que matemos a vontade, ou saciemos o bom vício. [...]

E viva o café!

Ps: Não, mãe, eu não quero café. Obrigada.


Para saber mais, visite os seguintes links do Grupo Otimismo:



11 comentários:

  1. Abençoado seja o café preto, ele é meu guia e orientador hepático, fora dele, só outro café e bem forte...

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Muito bom, Ana. Nunca duvidei dos poderes mágicos do café. Muito melhor é saber que de alguma forma ele pode ser usado como tratamento alternativo na cura de doenças como a Hepatite C. Informações como esta devem circular, devem estar acessíveis e, por isso, seu blog presta um serviço muito importante pra comunidade. Parabéns e obrigado pela citação.

    ResponderExcluir
  3. Oi Ana!

    Café é uma delícia e ainda com esses benefícios então...maravilhoso!

    Mas passei aqui também para lhe desejar um ótimo ano novo e que 2011 seja um ano cheio de coisas boas e bençãos, para vc e seus familiares!

    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Amo café e posso me considera viciada! Consigo despertar pela manhã quando estão passando o café e devo esse vício a toda a minha família que por séculos viveram e vivem em torno da bebida. Ela corre nas minhas artérias junto com o meu sangue.
    Nesta questão da hepatite, a sabedoria popular já sabe disso, não? O café amargo sempre foi dado à quem passou do ponto com a bebida alcoolica.
    Só para complementar, o café só causa insônia, dependendo da quantidade ingerida no dia. Ele tem efeito cumulativo no organismo, portanto, se você não bebe café e tomar uma xícara antes de dormir, em nada afetará seu sono. Pode fazer o teste, garanto!
    Obrigada pela referência!! Feliz ano novo!!

    ResponderExcluir
  5. lutar sempre, desistir nunca3 de janeiro de 2011 22:11

    Você adivinhou: Passe já a tomar café!!!
    Eu já tomo minha dose diária, sempre que posso.
    É realmente uma delícia, programaço para curtir com os amigos(as).Bjs

    ResponderExcluir
  6. Bom, vejo que sou a única não apreciadora do café por aqui... rs.

    Geraldo, Bauru, Lola e Luma
    Obrigada pela visita e pelos comentários carinhosos. Vocês são 10!

    lutar sempre, desistir nunca...
    Eu sabia, pai, eu sabia... rs

    ResponderExcluir
  7. Alexander Herrmann5 de abril de 2011 15:05

    Tomar café?

    Tudo bem, vamos lá. Eu tomo qualquer coisa.

    Porque se eu não tomar um café que foi observado como ajudante no nosso tratamento, mas sem uma explicação concreta, pode ser que eu tenha que tomar coisas altamente indigestas e repulsivas no futuro.

    Com o subtipo 1b, após 2 tratamentos com Interferon e depois com Peg-interferon, ambos acompanhados da Ribavirina, eu não negativei o danado do vírus, tomo tudo menos álcool e nem coca-cola.

    Há aproximadamente uns 8 anos eu estou tomando todas as noites um copo de chá de Chapéu-de-couro, uma planta. Meu médico do Emílio Ribas disse que não tem nada comprovado e é para eu tomar cuidado com o que vou tomar.

    Café... Melhorar o fígado é uma coisa, matar o vírus é outra, mas o que é que eu posso perder? ou, o que é que eu posso ganhar?

    Alex

    ResponderExcluir
  8. Ana: comecei no seu blog apenas hj e já estou viciado. Tb tenho a doença. Não quero falar de bobagens mas uma vez uma pessoa muito espiritual citou um Xamã Japonês que por sua vez disse que doenças do fígado são relacionadas com brigas com a mãe. Parece-me que temos que perdoar nossas mães para podermos conseguir a cura. Eu já o fiz...

    ResponderExcluir
  9. ão sou muito chegada no café mas vamos tomar cafezinho agora... ando bebendo a cerveja sem alcool. faz mau?

    ResponderExcluir
  10. Cerveja sem alcool da certos problemas nos niveis de gordura no figado, pois a cerveja é rica em calorias e gorduras.

    ResponderExcluir
  11. OLÁ BOA NOITE!! TENHO HEPATITE C CRONICA E MEU HEPATO PEDIU PARA QUE EU PARASSE DE TOMAR CAFÉ?? E´AÍ COMO FICA? POR FAVOR AGUARDO ANSIOSAMENTE ESTE ESCLARECIMENTO POR FAVOR!!

    ResponderExcluir

Oi! Que legal que vc vai escrever alguma coisa! Assim, vc ajuda a "dar alma" ao blog.
Gostou? Não gostou? Quer dar sua opinião? Acrescentar mais alguma coisa? Compartilhar sua experiência? Será muito bem-vindo!
Um abraço!


PS: Fique atento que os comentários são indexados pelo Google. Portanto, se você quiser permanecer anônimo, não comente usando sua conta do Google, mas sim como "anônimo" ou com um nome fictício, ok?