ALERTA: Uma a cada 12 pessoas no mundo pode ter hepatite B ou C, sem saber. Não há sintomas e o vírus não é detectado em exames de rotina. Tem certeza que você não tem? Faça o exame, é gratuito.

terça-feira, 11 de maio de 2010

Hepatite C é uma doença sexualmente transmissível?

O resultado do anti HCV negativo que meu marido recebeu hoje motivou-me a falar sobre esse tema controverso. Afinal, a hepatite C pode ser considerada uma DST?

Flickr Creative Common- Imagem compartilhada por NeoGaboX

Na minha opinião, não.
As pesquisas mostram que a transmissão da hepatite C entre casais heterossexuais monogâmicos é muito rara. Nos estudos que li, essa ocorrência varia de 0,4% a 3% (com variações dentro desses valores; por exemplo, em artigo apresentado pelo Grupo Otimismo em 2005, o risco seria de 0 a 0,6% ao ano). 

É interessante observar que, em vários casos em que o parceiro também está infectado, o genótipo do vírus ou a variação de seu genoma são diferentes do outro, o que exclui a possibilidade de transmissão entre eles. Além disso, muitas vezes são observados outros fatores de risco, como compartilhamento de lâminas de barbear e instrumentos de manicure, uso de drogas injetáveis ilícitas e uso de tatuagem (que pode ter sido feita sem a devida esterilização/descarte dos instrumentos). 

Em 2007, foi publicado estudo sobre a transmissão sexual por meio de sexo anal. Até então, falava-se da pequena incidência de transmissão no sexo "normal" (risos), mas cogitava-se que no sexo anal, pelo risco de fissuras que pudessem apresentar traços de sangue, o risco seria maior. No estudo realizado com homossexuais masculinos, isso não se verificou. 

No fórum da comunidade Hepatite C no orkut, esse tema foi muito discutido (engraçado que, quando se trata de assunto picante, praticamente só as mulheres falam; os homens ficam lendo caladinhos - porque ninguém me convence que eles não lêem!). A pesquisa foi justamente para saber se havia ocorrido transmissão entre os parceiros. Pelo que lembro, apenas num caso havia ocorrido (mesmo assim, precisamos lembrar das outras possibilidades de transmissão entre o casal).
O engraçado é que, para a pesquisa valer, precisava responder se fazia "barba, cabelo e bigode", porque só "papai e mamãe" não era válido para os fins do nosso "estudo".

Conclusões:
1) Como tem mulher safada por aí (risos risos risos).*
2) A ocorrência de ambos os parceiros infectados é muito pequena - corroborando as pesquisas científicas (essa foi boa, Flor, pesquisa no orkut "corroborando pesquisa científica"). 

* ATUALIZAÇÃO EM 20/05/2010
Numa sociedade onde o sexo ainda é tabu, isso pode ser mal interpretado. Quando falei "safada", me referi a mulheres muito bem resolvidas sexualmente, que não tem pudores de ter prazer com seus maridos - no que me incluo. 

A primeira médica que consultei disse que o uso de preservativo era uma escolha do casal, não havendo orientação específica para isso. Meu médico atual já orienta que o preservativo seja usado. De qualquer forma, eu uso pela questão contraceptiva, já que portadoras de hepatite C não devem usar anticoncepcionais a base de hormônios (pílulas, por exemplo) - falei sobre isso no post Hepatite C e anticoncepcionais

Agora, nada de "oba oba", hein gente? Lembrem que a hepatite B é sexualmente transmissível e o risco de contágio é cem vezes mais fácil que o da Aids, além do número de infectados com hepatite B ser três vezes superior aos de infectados com HIV (fonte: Hepatite B - uma epidemia em crescimento). Além disso, não preciso lembrar vocês do número de DSTs existentes, né? Bom, é sempre bom lembrar: Aprenda sobre as DSTs - Ministério da Saúde

A hepatite C não é uma doença sexualmente transmissível, mas, em alguns casos, pode ser transmitida sexualmente. Pra você não há diferença entre essas duas coisas? Pra mim há muita diferença.

Fontes para consulta:
Artigo do Dr. Stéfano Gonçalves Jorge


Atualização em 14/05/2010:
QUIZ - Durante a relação sexual, um dos parceiros tem hepatite C e existe contato de sangue com sangue (por exemplo: menstruação e feridas/fissuras). O outro pode ser infectado?
1) Sim    2) Não

Resposta: Sim... "sangue com sangue". A infecção não se daria pela relação sexual em si (fluidos), mas pelo contato sanguíneo.

16 comentários:

  1. ja tinha deixado um comentario aqui e não apareceu, será q postei errado?bom gostaria de dizer Flor q é muito bom esses seus posts pois deixam as pessoas mais tranquilas, seria interessante se todos os portadores tivessem acesso somente a blogs e sites de encorajamento e não de desanimo como os q tem por ai....adorei, obrigada por tudo....
    bj

    ResponderExcluir
  2. É bom ler este post e tantos outros que leio aqui no AnimandoC. Precisamos desmistificar o preconceito que ronda as Hepatites, do contágio por drogas e DSTs.
    As pessoas precisam ter a consciência de que pode contrair o vírus por formas muito mais simples e comuns, como na tatuagem, piercing, manicure entre outros. E também é preciso disseminar que basta higiene para se evitar este contágio.
    Outro tema que sempre devemos levantar é a necessidade de realizar o Anti-HCV como medida preventiva junto aos exames de rotina. Raramente pedido pelos médicos, mas nós podemos solicitar.

    Parabéns pelo blog! Abraços

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  4. O comentário da Adriana (acima) foi excluído a pedido dela. Foi um feedback interessante, pelo qual eu agradeci. Não sou a dona da verdade e também posso errar. Os comentários serão sempre bem-vindos, desde que estejam dentro do tema, que não faltem com a ética e não ofendam ninguém. Obrigada, Adriana, pela sinceridade e ouvir minha resposta de coração aberto!

    ResponderExcluir
  5. Descobri o blogpor intermédio do site da Anabb, gostei muito coléga,da maneira como voce conduz os comentários. Abraços Rogério.

    ResponderExcluir
  6. gotaria saber se a hepatite tem cura e se posso usar remerios para nao emgravidar.

    ResponderExcluir
  7. Caro Rogério,
    Obrigada pela visita. Adoro quando os colegas me encontram por aqui. Também gosto quando me ligam no Banco, estou sempre disposta a atendê-los (quando a rotina de trabalho, que vocês conhecem bem, deixa). Grande abraço.

    Cara Anônima,
    A hepatite C tem cura, embora apenas 50% dos pacientes hoje consigam alcançá-la com o tratamento existente. A boa notícia é que novos medicamentos estão sendo lançados no mercado, que aumentam esse percentual de cura.
    Como falo no post, você não pode usar tratamentos contraceptivos a base de hormônios, o que exclui pílulas e adesivos anticoncepcionais e DIU com hormônio. O método mais eficaz e seguro é a camisinha, masculina ou feminina (embora esta última bem difícil de encontrar).

    ResponderExcluir
  8. eu queria saber quanto tempo é a duração do tratamento da Hepatite C transmetida pelo sexo, e se eu posso estar tomando vitaminas?

    ResponderExcluir
  9. estranho na minha primeira gravides a dois anos eu fiz e ñ deu nada por que agora veio dar positivo estou gravida de novo

    ResponderExcluir
  10. eu tenho uma filha de 2 anos e fiz o mesmo exame e deu negativo por agora nesta gravidez deu positivo

    ResponderExcluir
  11. Flor, tenho lido seu blog todos os dias desde que decrobri que sou portadora do virus. Ainda estou aguardando o exame de genotipagem e farei o fibroscam no lugar da biopsia pois no seu blog encontrei esta informação de que ele existe.

    Tenho uma dúvida que não tive coragem de perguntar no consultório pois minha mãe me acompanhava e fiquei um pouco constrangida.

    Moro com uma outra mulher ha alguns anos, o exame dela deu negativo(Graças a Deus) mas ainda não sabemos se podemos ou não manter normalmente relações sexuais. Sei q é uma pergunta bem íntima, mas estou com muito medo de transmitir o vírus a ela e queria saber se tem alguma informação sobre transmissão em parceiras do mesmo sexo.

    Parabéns pelo blog e força sempre!!!!

    Vanessa.

    ResponderExcluir
  12. Vanessa,
    Agradeço a visita e seu comentário. Parabéns pela coragem de fazer uma pergunta tão íntima, que também pode ser a dúvida de outras pessoas.
    Anteriormente se acreditava que homens que fazem sexo com homens tinham maior risco de transmissão da hepatite C por via sexual, por causa de possíveis lesões durante o sexo anal. Mas uma pesquisa recente mostrou que isso não se verificava, pois o índice de transmissão era similar ao que ocorre nos casais heterossexuais. Mas no caso de mulheres, nem esse suposto risco existiria.
    Como eu já disse antes, essa questão da transmissão sexual é muito controversa.
    Fiquem atentas a situações que poderiam causar pequenos ferimentos e... sejam felizes!
    Como já ouvi de uma médica, a opção pelo uso do preservativo é uma escolha pessoal do casal, não sendo obrigatória. No seu caso, acho que não há muito motivo para preocupação, mas você poderia pedir a opinião do Carlos Varaldo que é um especialista em hepatite C e tenho certeza que ele poderá te responder com melhor fundamento que eu. O email dele é hepato@hepato.com. Como ele está num congresso no exterior, talvez a resposta demore um pouquinho.
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  13. Oi ana li alguma materia q quando o virus da hepatite c fica adormecido e nao e detectado no exame isso e verdade?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Existe um período que o vírus pode não ser detectado no sangue após a infecção, a chamada janela imunológica, que pode ser de até 90 dias.
      Abraço!

      Excluir
  14. Olá...Gostei mto das explicações pois tenho hep c....Meu maior medo é transmitir sexualmente,mas tive um relacionamento de dois anos,e o exame dele deu negativo,e tivemos relações enquanto eu estava menstruada...Nós compartilhavámos giletes e ele usava meu alicate d cutícula...Uma vez chegou a ficar com um peqeno corte no pênis,mas msm assim o exame deu negativo...Fiz o pcr e minha carga viral veio baixa,532,ainda ñ comecei o tratamento pois ñ vi os resultados dos exames...Mas gostaria d saber se a carga viral baixa tem alguma coisa a ver com o fato d eu ñ ter transmitido a ele,pois nós terminamos,e tenho mto medo d passar pra alguém...bjos e obrigada!

    ResponderExcluir

Oi! Que legal que vc vai escrever alguma coisa! Assim, vc ajuda a "dar alma" ao blog.
Gostou? Não gostou? Quer dar sua opinião? Acrescentar mais alguma coisa? Compartilhar sua experiência? Será muito bem-vindo!
Um abraço!


PS: Fique atento que os comentários são indexados pelo Google. Portanto, se você quiser permanecer anônimo, não comente usando sua conta do Google, mas sim como "anônimo" ou com um nome fictício, ok?