ALERTA: Uma a cada 12 pessoas no mundo pode ter hepatite B ou C, sem saber. Não há sintomas e o vírus não é detectado em exames de rotina. Tem certeza que você não tem? Faça o exame, é gratuito.

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Ídolos do futebol são vítimas da hepatite C

Façamos uma viagem para as décadas de 70 e 80 e adentremos o vestiário de um time de futebol profissional (por favor, meninas, sem histeria). Possivelmente veríamos os jogadores fazendo uso endovenoso, muitas vezes por orientação do próprio clube, de estimulantes como Glucoenergan, Energizan, Tiaminose, Complexo B + Glicose.

Na época, ninguém imaginava o risco do compartilhamento de seringas, ainda mais considerando que o público em questão - atletas - são referência em saúde.

Mas essa foi a causa da disseminação do vírus da hepatite C entre um número hoje incalculável de ex-atletas profissionais.

By Ras/Juha Makkonen - WikiMedia Commons


Silenciosa, a hepatite C permaneceu (e, em alguns casos, ainda permanece) sem manifestar-se durante anos e até décadas.

Desconhecendo seu diagnóstico e, por isso mesmo, sem os cuidados necessários e tratamento adequado, muitas vidas estão sendo perdidas pela descoberta tardia da hepatite C, quando pouco ou nada resta a se fazer pelo infectado já em grau elevado de comprometimento do fígado.

Foi assim que mais da metade da equipe do Sport Club Gaúcho morreu em consequência da hepatite C, que também infectou colegas de outros clubes, inclusive o ídolo Larry do Internacional de Porto Alegre. É o que nos mostra excelente reportagem da RBS TV, veiculada em 18/10/2010. Assista o vídeo, vale a pena:






A grande incidência do vírus da hepatite C entre ex-atletas levou a  Federação das Associações de Atletas Profissionais - FAAP, em conjunto com a Sociedade Brasileira de Hepatologia (SBH) a iniciar em 2010 uma campanha em âmbito nacional. Segundo a entidade, a campanha tem o objetivo de alertar toda a comunidade e, em especial, ex-atletas sobre a importância de se fazer o exame que detecta a hepatite C.

Se você, leitor, ex-atleta ou não, compartilhou seringas mesmo que apenas uma vez na vida, ou se fazia uso frequente de medicação intravenosa em farmácias quando as seringas ainda eram de vidro e a esterilização questionável, não deixe de pedir ao seu médico na próxima consulta o exame de detecção da hepatite C. Faça isso mesmo que se sinta com a saúde perfeita, pois, como já foi dito, a hepatite C pode não apresentar sintomas por décadas.

Você pode saber mais sobre a ocorrência de hepatite C em atletas profissionais visitando o post E eu com isso? do blog Elas falam de futebol, participante do concurso Hepatite C, Sem Medo do Animando-C, que deu um iPad ao vencedor.

Se tiver interesse, visite também os links abaixo:

Confira o material da campanha da FAAP e Sociedade Brasileira de Hepatologia em 2010:









7 comentários:

  1. Minha querida, boa tarde! Gostaria de parabeniza-la pelo blog. Que iniciativa maravilhosa! Minha mãe tem 58 anos e é portadora do vírus da hepatite c, nós descobrimos em 2007, também tentamos o tratamento com Interferon Peguilato e Ribavirina, mas não negativou...estamos na expectativa dos inibidores de protease. Confesso que após esta descoberta minha vida tem tido momentos de muita esperança e outros nem tanto assim, eu estava numa dessas semanas "nubladas", tentando fazer com que minha mente ficasse voltada para pensamentos positivos, mas confesso que estava difícil, para minha boa sorte pratico uma religião (budismo de Nitiren Daishonin) maravilhosa que me dá energia vital e me conduz a verdadeira felicidade, portanto nestes momentos de fraqueza renovo minhas forças e vou em frente. Como sempre, tenho pesquisado tudo relacionado a hepatite c e eis que encontro seu blog... lindo, lindo, lindo!!!! Seus relatos são maravilhosos, sua trajetória é linda e acima de tudo sei que não estou sozinha nesta luta, portando determino agora que já VENCEMOS ESTA BATALHA! Sem dúvida serei frequentadora assídua do blog. Grande beijo! Érica (RJ).

    ResponderExcluir
  2. Érica,

    Seja bem-vinda!
    Fiquei emocionada com suas palavras, que ao mesmo tempo me trazem um sentimento de objetivo sendo alcançado e me incentivam.
    Nos testes, os inibidores de protease mostraram resultados muito animadores! Estou certa de que tanto eu quanto sua mãe poderemos nos beneficiar deles.
    E vamos em frente! A luta continua... Sempre com um sorriso no rosto, porque o sorriso torna a batalha menos árdua.

    Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olá Ana tenho 19 anos, descobri que tenho hepatite c a cinco dias eu estou meio sem chão, mas vc tem me ajudado muito obrigado,

      Excluir
  3. Lutar sempre, desistir nunca11 de janeiro de 2011 17:04

    Aninha, impressionante essa reportagem da RBSTV. Não conhecia. Uma bomba relógio, já que era um fato desconhecido, algo inimaginável para a razão humana. Semelhante ao que aconteceu contigo.
    Por isso, essa tua luta no Blog é tão bonita, tão humanitária. Não desista nunca, estaremos sempre contigo.

    ResponderExcluir
  4. Lutar sempre, desistir nunca,

    Pois é, pai, uma realidade cruel que muitas pessoas desconhecem - inclusive os próprios infectados.

    Obrigada pelo incentivo, sempre... Adoro quando você aparece e comenta por aqui.

    ResponderExcluir
  5. Oi.Flor meu nome é Vinicius, gosto muito do seu blog, vou começar o tratamento essa semana, estou meio nervoso, e seu blog seus comentários me ajudam bastante com essa ansiedade, tem alguma dica, para a primeira aplicação.....

    ResponderExcluir
  6. Oi, Vinícius! Sucesso no seu tratamento, viu? Minha dica para a primeira aplicação é: muuuuuuita água. Tome quatro litros depois da aplicação se conseguir. E pensamento positivo!
    Esteja preparado para os efeitos colaterais e lembre de sempre relatar tudo ao seu médico. Muitos efeitos desagradáveis podem ser contornados com outras medicações.
    Torcendo por você!

    ResponderExcluir

Oi! Que legal que vc vai escrever alguma coisa! Assim, vc ajuda a "dar alma" ao blog.
Gostou? Não gostou? Quer dar sua opinião? Acrescentar mais alguma coisa? Compartilhar sua experiência? Será muito bem-vindo!
Um abraço!


PS: Fique atento que os comentários são indexados pelo Google. Portanto, se você quiser permanecer anônimo, não comente usando sua conta do Google, mas sim como "anônimo" ou com um nome fictício, ok?